<
>

Newell's põe à venda réplica oficial da camisa que 'Diego usou e Messi mostrou ao mundo inteiro'

Em uma das homenagens mais marcantes à memória de Diego Armando Maradona, morto há uma semana, Lionel Messi surpreendeu o mundo do futebol ao vestir aquele que foi o uniforme do eterno craque na temporada 1993, quando defendeu as cores do Newell's Old Boys.

Criado nas categorias de base do clube antes de se transferir ainda adolescente para o Barcelona, Messi usou a camisa por baixo do uniforme da equipe catalã. Após marcar o quarto gol na vitória diante Osasuna, La Pulga homenageou Maradona.

“Em 1993, Diego Maradona tomou a decisão de retornar ao futebol argentino para vestir a camisa do nosso clube, sendo a Lepra um dos únicos seis times onde atuou, além da Seleção Argentina. Desde então, imagens do craque vestindo nossa camisa deram a volta ao mundo”, escreveu o clube em comunicado.

“Esta semana, 27 anos depois, o fenômeno voltou a ocorrer nas mãos de seu herdeiro: Leo Messi marcou um gol pelo Barcelona no Campeonato Espanhol e decidiu relembrar e homenagear o gênio do futebol mundial tirando a camisa do time catalão e mostrando-o ao mundo o vermelho e o preto que Diego vestiu durante a passagem por El Parque, numa demonstração de amor e respeito ao nível dos maiores da história”.

Em comunicado publicado em seu site oficial, o Newell's Old Boys divulgou as formas que os torcedores do mundo inteiro poderão adquirir a camisa que 'Diego usou e Messi mostrou ao mundo inteiro'.

Barcelona não consegue anular punição por homenagem

Mesmo com a comoção que tomou conta do mundo do futebol na última semana, o craque argentino seguirá punido com o cartão amarelo recebido após homenagear Maradona. Segundo o jornal Mundo Deportivo, o Comitê de Competição do Campeonato Espanhol vai manter o cartão ao camisa 10 do time catalão.

Apesar de o Barcelona ter enviado uma carta para tentar desqualificar a punição, nada mudará em relação ao que foi aplicado. O argumento de que a homenagem foi para uma lenda e não tinha qualquer cunho proibido pelo regulamento acabou ignorado.

Enquanto Messi terá que arcar com uma multa de 600 euros, cerca de R$ 3,7 mil, o clube espanhol desembolsará 180 euros, algo em torno de R$ 1,1 mil.