<
>

Abel Ferreira, do Palmeiras, é melhor que Jesus, Coudet e Dome e se destaca em ranking de gringos

Com a convicente vitória por 3 a 0 sobre o Athletico-PR, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, deu sequência ao seu bom início no Palestra Itália.

Até o momento, ele soma 6 vitórias, 1 empate e só 1 derrota em seus primeiros oito jogos como Mister alviverde.

No mesmo montante de jogos analisados, ele tem o 3º melhor aproveitamento entre os treinadores gringos que passaram pelo futebol brasileiro nos últimos anos.

Abel só é superado pelo argentino Jorge Sampaoli (7 vitórias e 1 empate pelo Atlético-MG) e pelo alemão Lothar Matthäus (6 vitórias e 2 empates pelo Athletico-PR).

Por outro lado, o português fica à frente de nomes como Jorge Jesus e Domènec Torrent, ambos ex-Flamengo, Eduardo Coudet, ex-Internacional, Edgardo Bauza, ex-São Paulo, e até de Jorge Sampaoli, na passagem do argentino pelo Santos, em 2019.

Na ponta oposta do ranking, por sua vez, aparecem o argentino Ricardo Gareca e o português Paulo Bento, que fracassaram rapidamente por Palmeiras e Cruzeiro, respectivamente, há alguns anos.

Abel Ferreira foi trazido pelo Verdão do PAOK, da Grécia - a equipe paulista pagou a multa rescisória de 600 mil euros para ficar com o treinador.

Ele assinou contrato com o Alviverde até dezembro de 2022.

VEJA O RANKING DE APROVEITAMENTO

1. Jorge Sampaoli (Atlético-MG) - 7 vitórias e 1 empate (Mineiro e Brasileirão)

2. Lothar Matthäus (Athletico-PR) - 6 vitórias e 2 empates (Paranaense)

3. Abel Ferreira (Palmeiras) - 6 vitórias, 1 empate, 1 derrota (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores)

4. Jorge Sampaoli (Santos) - 6 vitórias, 1 empate e 1 derrota (Paulistão, Copa do Brasil e Sul-Americana)

5. Eduardo Coudet (Internacional) - 5 vitórias, 2 empates e 1 derrota (Gauchão)

6. Domènec Torrent (Flamengo) - 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas (Brasileirão)

7. Edgardo Bauza (São Paulo) - 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas (Paulistão e Libertadores)

8. Jorge Jesus (Flamengo) - 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas (Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores)

9. Jesualdo Ferreira (Santos) - 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas (Paulistão)

10. Juan Carlos Osorio (São Paulo) - 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas (Brasileirão)

11. Rafael Dudamel (Atlético-MG) - 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas

12. Ricardo Sá Pinto (Vasco) - 2 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (Brasileirão e Sul-Americana)

13. Ricardo Gareca (Palmeiras) - 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas (Brasileirão e Copa do Brasil)

14. Paulo Bento (Cruzeiro) - 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas (Brasileirão)