<
>

Internacional: Cuesta analisa empate e projeta duelo contra o Boca: 'Mata-mata é diferente'

A sequência negativa do Internacional no Campeonato Brasileiro continua. O Colorado, que não vence há seis jogos pela competição, empatou em 0 a 0 com o Atlético-GO neste sábado, no estádio Antônio Accioly. Apesar do jejum de vitórias, o zagueiro Víctor Cuesta acredita que o resultado não tenha sido ruim.

Isso porque o time gaúcho jogou com um jogador a menos durante os últimos 25 minutos da partida, após Rodrigo Moledo receber o segundo cartão amarelo. Cuesta reconheceu que o Inter poderia ter saído com a vitória caso tivesse aproveitado as oportunidades, mas valorizou a segurança da defesa após a expulsão.

“A gente teve muitas chances para criar o gol. Teve o pênalti (cobrado por Thiago Galhardo e defendido por Jean), mas infelizmente não conseguimos (marcar). Depois, com a expulsão, ficou um pouco mais difícil, mas a gente conseguiu segurar lá atrás”, disse o defensor ao canal Premiere.

Na quarta-feira, o Internacional enfrenta o Boca Juniors pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, no Beira-Rio. Apesar do atual momento ruim do Colorado, Cuesta acredita que a equipe pode ter um desempenho diferente no mata-mata.

“Agora é pensar na Libertadores, a gente sabe que mata-mata é diferente. A gente tem uns dias para se preparar e fazer um grande jogo em casa, sabemos da nossa força no Beira-Rio”, concluiu.