<
>

Guardiola alcança marca histórica com mais vitórias no City, mas ainda 'refém' de 1ª versão no Barcelona

A vitória magra sobre o Olympiacos mal será lembrada pelos torcedores do Manchester City, apesar da classificação antecipada às oitavas de final da Champions League, mas representa muito para Pep Guardiola.

Foi a partida número 247 do treinador catalão pelos Citizens. Assim, ele iguala a soma de jogos que fez nos tempos de Barcelona, seu trabalho mais marcante, bem-sucedido e pelo que sempre é lembrado e comparado. Guardiola dirigiu o Barça de 2008 a 2012, na primeira experiência como treinador de um time de elite (trabalhou no time B na temporada anterior).

Nos números, a passagem de Pep pelo Camp Nou ainda é bastante superior na maioria das estatísticas. Pelo clube do coração, o técnico tem menos derrotas, mais gols feitos, menos gols sofridos, maior quantidade de pontos e uma coleção maior de títulos. Entre eles, a Champions, que nunca mais levantou por Bayern ou City e que serve de argumento aos críticos.

O trabalho em Manchester supera o do Barcelona no quesito vitórias apenas. Mas, como o treinador renovou contrato até junho de 2023, certamente vai bater em breve o número de pontos e o de gols marcados. Tem a chance, também, de ao menos chegar mais próximo das taças.

Veja abaixo um comparativo entre Guardiola no Barcelona e no Manchester City:

  • VITÓRIAS - 179 x 182

  • EMPATES - 47 x 28

  • DERROTAS - 21 x 37

  • GOLS A FAVOR - 638 x 628

  • GOLS CONTRA - 181 x 223

  • PONTOS - 584 x 571

  • TÍTULOS - 14 x 8

No Barcelona, Guardiola atingiu as maiores glórias da carreira, ao vencer LaLiga três vezes, duas edições da Champions League e dois títulos do Mundial de Clubes, além de copas nacionais e internacionais. Sob seu comando, o clube viveu a era mais vitoriosa e de futebol mais envolvente de sua história, com nomes como Messi, Xavi e Iniesta como líderes.

Pelo City, o técnico levantou duas vezes a Premier League (a primeira batendo todos os recordes do campeonato), três troféus da Copa da Liga Inglesa e uma Copa da Inglaterra, além de duas Supercopas da Inglaterra. Na Champions, no entanto, acumula três eliminações seguidas nas quartas de final, além de uma queda anterior nas oitavas.