<
>

Boca deve ter Tévez titular contra o Inter e ainda aguarda 'reforço de última hora' no ataque

Um dos confrontos mais aguardados das oitavas de final da Conmebol Libertadores, Internacional e Boca Juniors fazem um duelo de gigantes pressionados por resultados recentes em suas ligas nacionais. A partida acontece nesta quarta-feira (25), a partir das 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Se o momento do Colorado no Brasileirão preocupa o torcedor pela grande sequência de tropeços, os 'hinchas' xeneizes também estão cautelosos após duas derrotas pelo Campeonato Argentino. Ao contrário dos gaúchos, no entanto, a equipe de Buenos Aires ainda está invicta pela competição sul-americana.

Para tentar manter a escrita, o técnico Miguel Ángel Russo mandará a campo o que tem de melhor no elenco, e ainda poderá ganhar um reforço de última hora. Segundo informações do jornal argentino Olé, o treinador testou uma formação para a partida sem Eduardo Salvio.

O atacante já está em fase final de recuperação de uma lesão muscular de grau 2 na coxa direita, e está com a delegação em Porto Alegre. Sua escalação ou a utilização no decorrer da partida, está no radar do treinador, que teria alertado o próprio atleta sobre a possiblidade.

Segundo o jornal, a tendência é de que o Boca Juniors vá a campo com a seguinte formação: Andrada; Buffarini, Lisandro López, Izquierdoz e Frank Fabra; Campuzano, Capaldo, Sebastian Villa, Soldano e Edwin Cardona; Tévez.

Quem é desfalque certo no elenco é Gastón Avila, que voltou a testar positivo para a COVID-19 e cumpre quarentena na Argentina. O problema, inclusive, assola também o clube brasileiro.

Ainda contaminado, o técnico Abel Braga não estará à beira do campo. Com isso, o Internacional será comandando por Leomir de Souza. Além do treinador, quem está vetado por conta do coronavírus é Danilo Fernandes, que se junta aos goleiros Keiller e Daniel, ambos na mesma situação.

Não bastassem os vetados pela COVID-19, o Colorado também está sofrendo com o grande número de desfalques por outros problemas. Sem poder contar com Abel Hernández, Moisés, Renzo Saravia, Gabriel Boschilia e Paolo Guerrero, que ainda se recuperam de lesões, o elenco não terá os suspensos Rodinei e Cuesta.

Com isso, um provável Internacional para enfrentar o Boca Juniors teria Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Zé Gabriel e Uendel; Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e Maurício; Thiago Galhardo.

Após o confronto desta quarta-feira, Internacional e Boca Juniors voltam a jogar na próxima semana, no dia 02/12, em La Bombonera.