<
>

Corinthians: Fagner diz ter maturidade para lidar com críticas e comemora contrato do filho

play
'Podemos ganhar de qualquer um', 'é só correr' e Fagner exaltando Luan; os bastidores do vestiário do Corinthians após empate contra o Grêmio (2:07)

Com dois jogadores a menos, Timão segurou o 0 a 0 contra o tricolor gaúcho (2:07)

Uma das principais referências do atual elenco do Corinthians, Fagner passou por momentos de instabilidade em meio à turbulência do Timão no segundo semestre e acabou sendo bastante criticado por parte da torcida. Vivendo melhor fase, o lateral-direito disse saber lidar com essas situações e que busca sempre o equilíbrio.

“A gente é ser humano, vai ter jogo que as coisas não vão dar certo, vão existir esses momentos. Minha família sempre esteve do meu lado. Hoje, com mais maturidade, tento me isentar de muitas coisas, manter o equilíbrio, continuar trabalhando porque se eu não for bem quarta-feira já vou ser cobrado. Domingo já ficou no passado”, disse em entrevista coletiva desta terça-feira.

“Eu continuo trabalhando, nem no momento bom eu me empolgo, nem no momento ruim eu acho que está tão ruim. Não repensei nada da minha carreira (por conta das críticas), penso em vencer, vencer. Penso em buscar a vitória amanhã, depois no fim de semana e assim por diante”, completou o lateral.

O lateral foi o principal destaque da equipe no empate contra o Grêmio no último domingo, mas já mira o duelo contra o Coritiba, nesta quarta-feira pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Seguindo os passos do pai

Fagner ganhou um companheiro de clube dentro de casa. Henrique Lemos, o filho mais velho do lateral, assinou contrato para defender as categorias de base do Timão. Como Henrique tem apenas dez anos, o vínculo ainda é de federado e não profissional.

“É uma felicidade muito grande, onde eu comecei também. Ele está no início, assim como eu já estive, que com a qualidade dele ele consiga escrever sua história como Henrique, não só como filho do Fagner”, disse na coletiva.