<
>

Flamengo deve ter oito campeões da Libertadores de 2019 contra o Racing; veja provável escalação

O Flamengo deve ter, um dia depois do primeiro aniversário do título da Conmebol Libertadores de 2019, oito remanescentes do time de Jorge Jesus como titulares de Rogério Ceni para enfrentar o Racing, na Argentina, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília).

Em sua estreia como técnico no principal torneio do continente, Ceni tem finalmente poucas baixas, com os prováveis retornos de Filipe Luís e Gabigol à equipe.

Os únicos três problemas do Flamengo são Rodrigo Caio (lesão na panturrilha), Pedro (contusão na coxa) e Thiago Maia (fora da temporada, com problema no joelho).

Assim, a tendência é que o Flamengo vá a campo com: Diego Alves, Isla, Thuler, Léo Pereira, Filipe Luis, Arão, Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Somente Isla, Thuler e Léo Pereira não estiveram na decisão em Lima, no Peru, há um ano, vitória de virada por 2 a 1 sobre o River Plate, coroando o bicampeonato da Libertadores.

Caso Ceni não aposte na volta de Filipe Luis e Gabigol como titulares, a opção é repetir o time que venceu o Coritiba no Brasileirão, com Renê e Vitinho, respectivamente, nas duas vagas.

O Racing, por outro lado, chega em momento conturbado na temporada, com quatro derrotas seguidas e problemas nos bastidores. O técnico Sebastián Beccacece, contudo, que também balança no cargo, já foi algoz de Rogério Ceni, quando o brasileiro estava no São Paulo.

O duelo entre os dois aconteceu na Copa Sul-Americana de 2017, quando o argentino Defensa y Justicia derrubou o time tricolor em pleno Morumbi.