<
>

Zagueiro assume lugar de goleiro expulso, pega pênalti decisivo e classifica Orlando nos playoffs da MLS

O Orlando City não só fez seu primeiro jogo de playoff da Major League Soccer (MLS), como conseguiu uma classificação épica neste sábado (21). A equipe da Flórida eliminou o New York City na disputa de pênaltis com um goleiro improvisado, após o titular ser expulso justamente ao defender o chute decisivo do adversário.

A partida terminou empatada por 1 a 1 em tempo normal, gols de Nani, aos cinco minutos, e Chanot, aos oito, ambos no primeiro tempo. O brasileiro Ruan, lateral-direito, foi expulso pouco antes do fim do jogo, que ainda foi à prorrogação e depois aos pênaltis.

Nas cobranças de penalidades, Pedro Gallese defendeu o chute de Nicolás Acevedo, o que classificaria o Orlando City. Mas a arbitragem anulou o lance, por irregularidade, e de quebra expulsou o goleiro da ex-equipe de Kaká. Coube a Rodrigo Schlegel fazer o papel de arqueiro.

E o argentino virou herói! Não defendeu o primeiro chute, mas impediu o gol de Gudmundur Thorarinsson, para êxtase dos companheiros.

Assim, com um desfecho épico, o Orlando City avança às semifinais da Conferência Leste e fica a dois jogos de confirmar vaga na decisão do título.