<
>

Revista revela motivo curioso que faz técnico do PSG não salvar número do 'chefe' Leonardo

Vice-campeão da Uefa Champions League da última temporada e constantemente colocado na corda-bamba à frente do Paris-Saint-Germain, o técnico Thomas Tüchel cometeu uma gafe quando ainda estava no Borussia Dortmund e que parece ter causado uma espécie de 'trauma' no alemão.

Segundo informações da revista France Football, é por conta desse trauma que Tüchel não tem o telefone de Leonardo, diretor do PSG, salvo no próprio celular.

A publicação informa que Tüchel enviou uma mensagem fazendo duras críticas a Michael Zorc, diretor esportivo do Borussia Dortmund. O problema é que o treinador acabou enviando a mensagem para o próprio Zorc, uma vez que pensava que havia mandado para Olaf Meinking, uma espécie de 'gerente pessoal' do treinador.

Curiosamente, um ano depois, Tüchel acabou sendo destituído do cargo no Dortmund. Desta vez, o alemão teme cometer o mesmo erro no Paris Saint-Germain e deixa o contato de Leonardo à parte.

A imprensa francesa informa que o próprio diretor do PSG tem sondado o mercado de treinadores e pensa em um substituto no futuro para Tüchel. No início do mês de outubro, ambos trocaram farpas de maneira pública após o treinador alemão indicar que o elenco atual é inferior em qualidade ao anterior, o que não pegou bem com Leonardo.

"Não gostamos da declaração. Eu pessoalmente não gostei, e o clube não gostou. Todos vivemos, e não só no futebol, em uma situação muito, muito séria (pandemia). Não gostamos do fato de não entender o momento. Eu não entendi a declaração. Vamos ver internamente o que fazer. O clube é muito claro. Se alguém não está feliz, conversamos sobre isso, não há problema", disse o diretor, que mesmo com as desavenças, já negou publicamente que pensa em demitir o treinador.