<
>

PSG - Luis Fernández se revolta com declaração de Leonardo: 'Respeite a história do clube'

Uma declaração de Leonardo, diretor esportivo do Paris Saint-Germain, a respeito da história do clube fundado em 1970 causou revolta em Luis Fernández, um ícone dos parisienses.

“Outros clubes que começaram a ganhar nos anos 70, com a Inter de Milão e o Ajax, se construíram na década de 1890. Há uma cultura na cidade por construir. Paris, por exemplo, nunca foi exatamente a cidade do futebol. Sempre foi Marselha”, declarou Leonardo.

“Quando ouço isso, me deixa repugnado, não estou de acordo. Não compartilho sua opinião definitivamente. Tudo o que quero é que Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, volte a colocar as ideias em sua cabeça”, disse Luis Fernandez à emissora RMC Sport.

“É uma desculpa pobre. Primeiro, peço a ele que respeite os 50 anos do PSG e, segundo, nunca houve tanto dinheiro para contratar e encontrar os jogadores para ganhar a Champions League. Não lide com o passado, lide com o presente!”, afirmou Luis Fernandez, que jogou pelo time entre as décadas de 1970 e 1980 e treinou a equipe em duas oportunidades, uma nos anos 90 e outra nos anos 2000.

Além das declarações, o ex-treinador do clube francês ainda fez críticas ao trabalho de Leonardo. “Quer o controle da equipe, e vemos o que acontece com todos os jovens que saíram”.

Luis Fernández ainda falou sobre o período de Leonardo como jogador do time francês, o qual ele defendeu na temporada 1996-97.

“É certo que quando passou pelo PSG, ficou durante dez anos. Certo, não? Enquanto a Raí o clube encantava, inclusive Ricardo e Valdo. Não vieram ao clube para ficar um ano e ir para outro lugar. Eles gostaram do PSG. Não podemos tirar isso desses brasileiros. Leonardo foi embora depois de um ano. Assim que, quando falamos de cultura, tem que saber o que dizemos. Sua cultura é a italiana. Poderia ter ficado em Paris para tentar crescer como jogador. Qual foi sua decisão? Ir. problema é que na Itália não teve êxito. Não obteve a glória que gostaria de ter tido”, declarou.