<
>

Após derrota que complicou PSG na Champions, Marquinhos sai em defesa de Tuchel: 'Não é culpa dele'

play
Demba Ba marca, Istanbul Basaksehir surpreende Manchester United e vence na Champions League (0:53)

Demba Ba, ex-atacante do Chelsea, foi o nome do jogo ao abrir o placar em um contra-ataque e ter boa participação no segundo gol, marcado por Edin Visca. Anthony Martial descontou, mas não foi o suficiente para impedir o revés. (0:53)

Nesta terça-feira, o PSG perdeu por 2 a 1 para o RB Leipzig e ficou em situação complicada na Champions League.

Após a partida, o zagueiro Marquinhos criticou o Paris Saint-Germain por perder o foco após sair na frente e pediu para a equipe ficar mais ligada.

"É difícil explicar (a derrota)... A gente tinha que ter mantido a mesma intensidade e a mesma mentalidade do 1º tempo. Quando você leva um gol, tem que se manter focado. Sabemos que é difícil, mas temos que conseguir", apontou, à RMC Sport.

"Há ainda muitos jogos pela frente, temos que manter a positividade. Mas temos que tentar melhorar, e não continuar do jeito que está. Sabemos que a Liga dos Campeões é muito difícil, e temos que melhorar nosso nível se quisermos ir longe", seguiu.

"Vamos trabalhar e melhorar para as próximas três partidas. No campo, nós temos que lutar para vencer. Hoje, falhamos e perdemos. Temos que trabalhar muito e parar de deixar pontos pelo caminho se quisermos seguir na competição", acrescentou.

Questionado sobre a pressão que o técnico Thomas Tuchel vem enfrentando desde a temporada passada, Marquinhos saiu em defesa do técnico alemão.

"Se nós apoiamos o Tuchel? É claro! Sabemos como funciona o futebol... Ele é o técnico que teve a melhor temporada da história do clube [tríplice coroa nacional e vice da Champions], mas o futebol não tem paciência com técnicos, com jogadores, com todo mundo", salientou.

"Nós temos que nos manter focados nos problemas de verdade. Temos que melhorar muito. Confiamos no nosso técnico. Temos que trabalhar duro para melhorar. (A derrota) Não é culpa do treinador. Nós, os jogadores, é que temos que fazer as coisas melhor", observou.

"Quando você entra em campo, tem que lutar para vencer. Não importa se você ganha ou perde, mas tem que sempre lutar", finalizou.