<
>

Sem Neymar, PSG perde de virada para o RB Leipzig pela Liga dos Campeões

Nesta quarta-feira, o Paris Saint-Germain visitou o Red Bull Leipzig e foi derrotado por 2 a 1, de virada, em jogo válidp pela terceira rodada do grupo H da Liga dos Campeões. Di María abriu o placar para os franceses, porém Nkuku e Forsberg, de pênalti, marcaram para os mandantes. Os parisienses não contaram com Neymar.

O craque brasileiro não pôde ser escalado por Thomas Tuchel, já que ainda se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda, sofrida na semana passada em jogo do Campeonato Francês. Além de Neymar, Mbappé também não esteve em campo por conta de dores musculares.

Com o resultado, o PSG estacionou nos três pontos, na terceira colocação do grupo H. Na próxima rodada, o time enfrentará novamente o RB Leipzig, em casa, no dia 24 de novembro. Enquanto isso, os alemães chegaram aos seis ponttos, na segunda posição.

Melhor em campo desde o início da partida, o PSG precisou de apenas cinco minutos para abrir o placar. Upamecano saiu jogando errado, Kean aproveitou e tocou na medida para Di María. O argentino mostrou tranquilidade para deslocar o goleiro e marcar.

Pouco depois, Kean dominou dentro da área, finalizou e Upamecano desviou o chute com o braço. O árbitro assinalou pênalti e Di María teve a oportunidade de fazer o segundo dele no jogo. No entanto, Gulácsi pulou no canto esquerdo e defendeu a cobrança.

Antes do intervalo, a máxima do “quem não faz, toma” entrou em ação. Aos 41 minutos, Nkuku recebeu passe de Angeliño na meia-lua e finalizou no canto direito de Navas para deixar tudo igual.

Aos dez minutos do segundo tempo, Angeliño dominou com o braço dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Forsberg bateu no canto direito e colocou os alemães na frente do placar. Aos 23, o PSG se complicou. Gueye fez falta em Haidara no meio-campo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Já no final da partida, Kimpembé parou uma jogada com um carrinho, foi advertido com o segundo amarelo e também foi para o chuveiro mais cedo.

Chelsea e Sevilla vencem e embolam o grupo

Também nesta quarta-feira, o Chelsea recebeu o Rennes-FRA e venceu com facilidade por 3 a 0. Com gols de Timo Werner (duas vezes) e Tommy Abraham, os ingleses chegaram aos sete pontos, na liderança do grupo E. O time comandado por Frank Lampard tem a mesma pontuação que o Sevilla, porém está à frente pelo saldo de gols. Nesta noite, os espanhóis derrotaram o Krasnodar por 3 a 2, de virada.