<
>

Prêmio ESPN Bola de Prata: Thiago Galhardo, do Inter, pode repetir feito que só 8 jogadores conseguiram

play
Thiago Galhardo celebra 'comparações' com Fernandão: 'Se eu chegar a 10% do que ele foi aqui dentro, conseguirei grandes coisas no Inter' (0:38)

Meia-atacante falou em exclusiva à ESPN Brasil sobre um dos maiores ídolos da torcida colorada (0:38)

Thiago Galhardo, do Internacional, é o maior goleador do Campeonato Brasileiro, líder em assistências e dono da melhor média de pontos do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet. É, sem dúvida, o maior destaque deste primeiro turno que será encerrado na segunda-feira (2).

Com seus números, o meia-atacante de 31 anos tem tudo para alcançar um feito que só oito jogadores conseguiram em 50 anos da maior honraria do futebol nacional: ganhar os troféus de artilheiro e Bola de Ouro.

Desde 1970, os únicos a obterem tal proeza foram Zico (Flamengo, em 1982), Careca (São Paulo, em 1986), Amoroso (Guarani, em 1994), Edmundo (Vasco, em 1997), Romário (Vasco, em 2000), Adriano (Flamengo, em 2009), Jô (Corinthians, em 2017) e Gabigol (Flamengo, em 2019).

Curiosamente, com exceção de Amoroso, todos foram também campeões brasileiros nos respectivos anos.

Em 2020, Thiago Galhardo vem fazendo um Brasileiro espetacular com o Inter. Em 18 rodadas, marcou 15 gols (repetindo o recorde de Gabigol de 2019 até esta mesma rodada) e distribuiu ainda cinco assistências, logo, participou diretamente de 20 dos 30 gols do líder do campeonato.

Além disso, o mineiro de São João Del Rei pode ainda repetir o feito de outros atletas do clube gaúcho que foram premiados com a Bola de Ouro, dada ao escolhido como melhor jogador de toda a competição: o zagueiro Elias Figueroa (1976), o meia Falcão (1978 e 1979) e o goleiro Taffarel (1988).

Até aqui, Thiago Galhardo forma a dupla de ataque da seleção Bola de Prata 2020 com Marinho, do Santos. O time ideal tem domínio do Flamengo até o momento - veja como ele está.