<
>

Barcelona: Koeman diz o que quer para Ansu Fati melhorar e dá conselho para dupla de jovens

play
No Alavés, Deyverson lembra dia que ofuscou trio MSN do Barcelona em pleno Camp Nou: 'Não foi um gol qualquer' (1:26)

Atacante do Alavés deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil e neste domingo (1), às 17h, encara o Barcelona por LaLiga, com transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App (1:26)

Ronald Koeman afirmou nesta sexta-feira, durante a entrevista coletiva da véspera da partida do Barcelona diante do Alavés, que com os jogadores jovens “tem que ter paciência”.

O treinador destacou as virtudes mostradas por Ansu Fati e Pedri, mas alertou no caso do primeiro, que completará 18 anos neste sábado, que deve melhorar “sua concentração. Tem muitas qualidades, mas ontem falei com ele e disse que às vezes perde bolas não por erros técnicos, mas por falta de concentração”.

“Ansu é um grande talento, um jogador muito bom e tem uma grande projeção. Mas deve estar concentrado a cada dia para melhorar”, afirmou o holandês, que ainda falou ao atacante que sempre “pode aprender com seus companheiros, dos mais velhos, mas também, por exemplo, de Pedri, que sempre está concentrado na partida”.

“São dois jogadores diferentes, pela personalidade e pela forma de jogar. Está claro que Pedri também tem coisas que melhorar, porque é muito jovem. Um rapaz de 17 ou 18 anos não está pronto e tem muita margem de melhora”, declarou Koeman, explicando, no caso de Pedri, que “é um rapaz muito normal, muito humilde, e é lógico tudo o que saiu na imprensa estes dias, porque com 17 anos jogou El Clásico primeiro e depois foi muito bem contra a Juventus. Tem os pés no chão, senão somos nós que temos que colocá-los”.

“Sempre digo a eles que desfrutem o momento”, afirmou Koeman, ao falar dos jovens talentos. “Não é normal que dois garotos de 17 anos joguem neste nível, e há um mérito grande. O conselho é que sejam humildes e trabalhem muito, porque uma carreira é muito longa. Esses jogadores que vi estes dois, três meses são pessoas muito boas, sabem o que devem fazer e estão treinando para melhorar. Estamos para ajudá-los a melhorar e desfrutar de seu jogo e de poder estar com gente como Messi, Busquets e outros jogadores”.

De jovens a lendas, o treinador do Barça teve uma recordação para Diego Armando Maradona, em seu aniversário de 60 anos, desejando “que ainda comemore muitos anos mais”, além de dizer que Diego “em sua época foi o melhor jogador do mundo, como hoje, para mim, é o Messi. Mas não se pode comparar o futebol de nossa época com o futebol de hoje em dia, porque é mais físico, mais intenso. Mudou muito em todos os aspectos, mas em sua época Maradona foi o melhor; o demonstrou em suas equipes e com sua seleção”.

O Barcelona visita o Alavés neste sábado, às 17h (de Brasília), pela oitava rodada de LaLiga, com transmissão da ESPN Brasil e ESPN App.