<
>

Deyverson desconversa sobre volta ao Palmeiras e explica saudades de fazer gol no Corinthians

play
Deyverson explica o 'saudades de marcar contra o Corinthians' e diz que respeita torcedor (1:22)

Atacante do Alavés deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil e neste domingo (1), às 17h, encara o Barcelona por LaLiga, com transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App (1:22)

Emprestado pelo Palmeiras ao Alavés, da Espanha, Deyverson explicou uma brincadeira que fez nos últimos dias nas redes sociais.

O atacante disse em um vídeo publicado no “stories” do Instagram que “segundou com S de saudades de fazer gol no Corinthians”.

A postagem causou enorme repercussão nas redes sociais, com os torcedores corintianos rebatendo dizendo que o palmeirense tem apenas um gol marcado contra os rivais.

“Eu ia falar da piscadinha, mas na euforia saiu marcar gol no Corinthians. Muita gente tem razão [quando dizem] que fiz só um gol no Corinthians. Mas um gol no Corinthians é como se fizesse 100 gols, ainda mais quando é um clássico. Eu respeito os torcedores corintianos e do Palmeiras, mas ninguém sabe o dia de amanhã. Jamais vou desrespeitar”, disse à ESPN.

play
1:22

Deyverson explica o 'saudades de marcar contra o Corinthians' e diz que respeita torcedor

Atacante do Alavés deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil e neste domingo (1), às 17h, encara o Barcelona por LaLiga, com transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App

“Só entrei na brincadeira de um amigo. Eu queria falar ‘saudade de mandar uma piscadinha no Corinthians’. Quantos jogadores já jogaram num time e no outro? Não quero ter essa raiva. Sou brincalhão e estou sempre sorrindo. Acho que no calor do jogo rola uma confusão no clássico, mas meus pais me ensinaram a respeitar todo mundo”, garantiu.

Com contrato com o Palmeiras até junho de 2022, Deyverson está emprestado ao Alavés até maio de 2021. Alguns dias atrás, foi especulado que o "Verdão" poderia pedir a volta do jogador pela falta de atacantes no elenco.

play
1:06

Deyverson recorda emoção de quando trocou camisa com Neymar após jogo contra o Barcelona: 'Nem queria mais saber da vitória'

Atacante do Alavés deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil e neste domingo (1), às 17h, encara o Barcelona por LaLiga, com transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App

“Eu deixo na mão do meu empresário, que é português, e tenho uma conexão boa. Eu não me envolvo nisso e deixo na mão dele. Eu tenho muita confiança e é como se fosse um pai para mim, estamos há oito anos juntos. Ele é um cara que faz tudo por mim e eu faria o mesmo por ele. É o padrinho da minha segunda filha, a Angelina, e sou padrinho da filha dele”, desconversou.

De volta ao Alavés, clube que defendeu no passado, o brasileiro tem buscado seu espaço no elenco.

“Fico feliz de estar sendo entrevistado porque isso quer dizer que as pessoas não me esqueceram (risos). Voltar para o Alavés é como voltar para casa. Aqui as pessoas tem um grande carinho por mim. Isso não tem palavras. A gente não compra carinho, a gente conquista”.

“Aqui não tem muita aproximação por causa do COVID, mas as pessoas querem me parar na rua. Depois quatro anos longe poder voltar e ainda ter o carinho delas. Eu tive aqui um ano maravilhoso”.

play
1:00

Deyverson diz que não acredita nas coisas que Messi faz dentro de campo: 'É um alienígena'

Atacante do Alavés deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil e neste domingo (1), às 17h, encara o Barcelona por LaLiga, com transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App

Morando apenas com o cachorro de estimação na Espanha, o jogador conta que tem sofrido um pouco com a saudade da família.

“Sou um cara sentimental, muita gente acha que homem não pode ser. Eu estou sozinho na Espanha há três meses longe da minha família. Não esta sendo fácil. Mas estou me esforçando”.