<
>

Maradona diz que sonha em fazer outro gol de mão na Inglaterra: 'Agora com a direita'

Diego Maradona é capa da revista France Football para uma edição comemorativa pelo aniversário de 60 anos do eterno ídolo argentino. E, com seu jeito provocador e atrevido, o craque escolheu o que gostaria de ganhar de presente.

"Sonho em fazer outro gol contra os ingleses, dessa vez com a mão direita", brincou o hoje treinador do Gimnasia y Esgrima, da Argentina.

A provocação de Maradona é em referência ao duelo entre Argentina e Inglaterra, nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986. O camisa 10 brilhou com dois gols, o primeiro usando a mão esquerda, em dividida no alto com o goleiro Peter Shilton, e o segundo em que partiu do meio-campo e deixou toda a defesa adversária para trás.

Liderada pelo meia, a Argentina conquistou o segundo título mundial naquele ano. Ainda lembrando histórias da sua carreira, Maradona disse que esteve perto de se transferir para o Olympique de Marselha, mas não foi por que o presidente do Napoli não cumpriu uma promessa.

"Os dirigentes do Marselha entraram em contato comigo e ofereceram duplicar meu salário. Estava jogando no Napoli, e o presidente Ferlaino me disse que, se fôssemos campeões da Copa da Uefa, me deixaria sair. Bernard Tapie e Michel Hidalgo foram até a Itália para me fazer uma proposta. Quando voltei a Napoli, disse a Ferlaino: 'Obrigado, presidente, por todos esses anos incríveis, vou embora'. Neste momento, começou a se fazer de tonto, como se não estivesse entendendo, e voltou atrás", disse.

Sobre o futebol atual, Maradona não tem dúvida em apontar quem são os melhores do mundo.

"Messi e Cristiano, Cristiano e Messi... Para mim, esses dois estão muito acima dos outros. Não vejo ninguém chegando perto deles. Nenhum vai chegar na metade do que eles jogam", afirmou o argentino.