<
>

Chelsea supera Real Madrid e entra para top 3 de elencos mais valiosos; veja o top 10

A pandemia da COVID-19, que afetou em cheio o mundo do futebol, ainda tem seus efeitos analisados na Europa. E com mudanças importantes. Após atuação tímida na janela de transferências de verão, a principal do Velho Continente, o Real Madrid caiu no ranking dos elencos mais valiosos do planeta, segundo estudo divulgado nesta terça-feira (27) empresa de consultoria internacional KPMG.

De acordo com o relatório, o clube espanhol teve uma desvalorização de 6% no total do valor agregado do plantel, que passa agora a valer 865 milhões de euros (cerca de R$ 5,7 bilhões), ocupando a quarta colocação no ranking. O momento merengue é exatamente o oposto do Chelsea, que teve o maior crescimento.

Com reforços importantes para Frank Lampard, os Blues valorizaram em 12,3% seu elenco, que atingiu o montante de 887 milhões de euros (cerca de R$ 5,9 bilhões), na terceira posição.

Rivalidade que vem polarizando a Premier League nas últimas temporadas, Liverpool e Manchester City lideram o ranking dos elencos mais valorizados do futebol mundial. Com o investimento pesado em jogadores caros recentemente, os Reds têm plantel com valor estimado em 1 bilhão de euros (R$ 6,6 milhões). Os comandados por Pep Guardiola têm ligeira vantagem: 1,1 bilhão de euros (R$ 7,3 milhões).

Assim como o Real Madrid, o Barcelona também viu o valor de mercado do elenco cair após uma atuação modesta no mercado de transferências.

Veja abaixo a lista dos dez elencos mais valiosos do mundo:

1 – Manchester City: 1,1 bilhão de euros

2 – Liverpool: 1 bilhão de euros

3 – Chelsea: 887 milhões de euros

4 – Real Madrid: 865 milhões de euros

5 – Bayern de Munique: 862 milhões de euros

6 – Manchester United: 855 milhões de euros

7 – Barcelona: 848 milhões de euros

8 – Paris Saint-Germain: 762 milhões de euros

9 – Tottenham: 745 milhões de euros

10 – Juventus: 733 milhões de euros