<
>

'Julgar o árbitro por uma ação tão clara é injusto', diz Sergio Ramos sobre pênalti de Lenglet

Sergio Ramos falou após o triunfo do Real Madrid por 3 a 1 sobre o Barcelona. O capitão do Real Madrid interpretou que o pênalti foi "bastante justo" e que Lenglet "foi ao limite".

"A ação de Lenglet foi no limite. Ele me agarra quando tento saltar. Julgar o árbitro por uma ação tão clara é injusto porque às vezes acertam e em outras não. Creio que o pênalti foi bastante justo", comentou o zagueiro blanco.

Ramos converteu o 23º pênalti seguido sem errar uma única cobrança. Além disso, o capitão voltou após a ausência contra o Shakthar e foi chave para a intensidade da equipe no clássico.

"Existem coisas que não se podem negociar, como a intensidade. O nível de concentração foi enorme, e às vezes importa mais o aspecto psicológico do que o físico. Estivemos muito bem durante os 90 minutos e conseguimos a vitória".

O zagueiro também creditou a melhor no Camp Nou a "comunicação entre os jogadores, que facilita muito o trabalho em nível coletivo. Às vezes falta. E na época de COVID-19 nos ajuda poder dar um grito e nosso companheiro entender. Corremos por nós e pelo companheiro que temos ao lado. Temos sofrido, mas temos que desfrutar".

O defensor também aplaudiu o trabalho "invisível" da comissão médica para recuperar o atleta em tempo recorde da lesão que sofreu no sábado passado diante do Cádiz e se mostrou "muito contente" de chegar ao gol de número 99 de sua carreira.

"Estou muito contente a um nível pessoal porque o gol serve para romper o empate. Cometem o pênalti em mim e eu o converto, mas não é importante quem faz o gol. O importante é o coletivo. Um jogador fica feliz quando marca, mas fico mais feliz com a ajuda da equipe do que com conquistas pessoais", finalizou.