<
>

Fluminense x Santos: Cuca não perde para o Flu desde chocolate histórico da época do Flamengo

Fluminense e Santos se enfrentam neste domingo (25), às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro (clique aqui para acompanhar o tempo real). Pelo lado do time da Vila Belmiro, a aposta é no retrospecto do técnico Cuca contra o adversário.

Com passagem marcante pelo Tricolor das Laranjeiras, quando evitou um rebaixamento dado como certo em 2009, o comandante também é feliz quando encontra o ex-clube. Como treinador, são 18 jogos de invencibilidade, com 13 vitórias e cinco empates.

O último revés de Cuca para o Fluminense aconteceu em 2005, quando estava no Flamengo. Na ocasião, pela final da Taça Rio daquele ano, o treinador sofreu um histórico 4 a 1 para a equipe então comandada por Abel Braga.

Naquela partida, marcada pela despedida de Zinho, atualmente comentarista dos Canais Disney, o Fluminense não teve piedade do rival.

Depois de um primeiro tempo em 0 a 0, a goleada saiu toda na segunda etapa. Logo aos quatro minutos, Tuta abriu o placar na decisão em cobrança de pênalti. Dois minutos depois, Leandro ampliou com muita frieza cara a cara com o goleiro Diego.

Por conta dos dois gols sofridos em pouco tempo, o Flamengo tentou reagir e ir ao ataque para descontar. Foi aí que a situação começou a piorar. Em um contra-ataque, Alex tocou de mansinho na saída de Diego e fez 3 a 0.

O quarto gol foi o mais bonito da tarde do Maracanã. Preto Casagrande entrou na área e viu o goleiro Diego adiantado. Com uma cavadinha, o meio-campista, que também vestiu a camisa do Santos, levou o estádio ao delírio ao anotar uma pintura.

Já no fim do jogo, Zinho acertou um belo chute da entrada da área e descontou. O Fluminense, campeão da Taça Rio, foi à final do Carioca, bateu o Volta Redonda e sagrou-se campeão da competição.

Relembre as escalações daquela partida em 2005:

FLUMINENSE: Kléber; Gabriel, Antônio Carlos, Igor e Juan; Marcão, Arouca, Diego Souza e Juninho (Preto Casagrande); Leandro (Alex) e Tuta. Técnico: Abel Braga.

FLAMENGO: Diego; Ricardo Lopes, Rodrigo Arroz, Fabiano e André Santos (Adrianinho); Da Silva, Jonatas e Junior (Zinho); Fellype Gabriel, Dimba e Marcos Denner (Geninho). Técnico: Cuca.