<
>

Libertadores: Grêmio busca empate com o América de Cali aos 55 do 2º tempo e se classifica em 1º lugar

O Grêmio fez uma partida de final emocionante e empatou por 1 a 1 com o América de Cali-COL, na Arena do Grêmio, nesta quinta-feira, pela última rodada do grupo E da Conmebol Libertadores, com um gol aos 55 do 2º tempo.

Com o resultado, o Imortal se classificou em 1º lugar de sua chave, com 10 pontos, já que o Internacional perdeu por 2 a 1 para a Universidad Católica-CHI e ficou com 8 pontos, no 2º posto.

A Católica, por sua vez, termina em 3º, com 7 pontos, e terá a Copa Sul-Americana como prêmio de consolação.

Em campo, o técnico Renato Gaúcho montou uma escalação inicial esdrúxula, com Orejuela jogando no ataque, e não teve sucesso.

O Tricolor fez uma péssima etapa inicial, pouco ameaçou o adversário e terminou o 1º tempo com apenas dois chutes a gol.

Na volta do intervalo, o treinador arrumou seu erro e colocou Luiz Fernando e Isaque nos lugares de Orejuela e Lucas Silva.

O Grêmio melhorou muito, e teve uma chance de ouro para abrir o placar logo aos 8 minutos.

Em boa troca de passes, Luiz Fernando tabelou com Diego Souza, invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro Marlon Torres: pênalti claríssimo.

Por ironia do destino, porém, foi exatamente esse lance que, por vias tortas, decretou a derrota gremista.

Na cobrança, Robinho bateu muito mal e o goleiro Graterol defendeu sem dar rebote. Ágil, o arqueiro imediatamente fez a reposição e colocou o América em boa posição.

Com a defesa do Imortal desajeitada, Vergara recebeu pela esquerda, cruzou e Kannemann cabeceou contra o próprio patrimônio: gol contra!

A equipe gaúcha ainda teve muito tempo para tentar uma reação, e Renato Gaúcho fez várias mudanças para buscar ao menos um empate.

No entanto, o time da casa estava em uma péssima noite, e os colombianos foram segurando o placar até os acréscimos.

Ainda houve tempo para Kannemann ser expulso por levar o 2º amarelo, e, com isso, virar desfalque no 1º jogo dos mata-matas.

Mas, quando tudo parecia perdido, Velasco colocou a mão na bola dentro da área e a arbitragem assinalou pênalti para o Imortal.

Diego Souza assumiu a responsabilidade, bateu muito bem e decretou o empate em Porto Alegre, já aos 55 minutos do 2º tempo.

Agora, o Grêmio, que estará no pote A, espera o sorteio desta sexta-feira para saber quem será seu rival nas oitavas-de-final.

Ficha técnica

Grêmio 1 x 1 América de Cali-COL

GOLS: Grêmio Diego Souza (pênalti) América de Cali: Kannemann (contra)

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Isaque), Maicon (Everton) e Robinho (Thaciano); Orejuela (Luiz Fernando), Pepê (Ferreira) e Diego Souza Técnico: Renato Gaúcho

AMÉRICA DE CALI: Graterol; Arrieta, Marlon Torres, Segovia e Velasco; Paz, Sierra (Jaramillo) e Carrascal; Moreno (Cabrera), Juan Pérez (Arias) e Vergara Técnico: Juan Cruz Real

Estatísticas

vez que Geromel e Kannemann jogaram juntos pelo Grêmio nesta Libertadores

O Grêmio finalizou apenas 2 vezes no 1º tempo, contra 5 do América

O árbitro Fernando Rapallini deu 5 cartões amarelos só no 1º tempo

pênalti perdido por Robinho com a camisa do Grêmio

O Grêmio terminou a partida com 59% de posse de bola

O Grêmio deu apenas 2 finalizações certas durante todo o jogo

15º gol de Diego Souza em 30 jogos pelo Grêmio na temporada


Classificação

GRUPO E

1. Grêmio: 10 pontos
2. Internacional: 8 pontos
3. Universidad Católica: 7 pontos
4. América de Cali: 6 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias.

  • Domingo, 25/10, 18h15*, Athletico-PR x Grêmio, Brasileiro

  • Domingo, 25/10, 20h05*, América de Cali x Dep. Pasto, Colombiano

*horário de Brasília