<
>

Daniel Alves, Kaká, Lewandowski... Quem poderia estar na briga por 'seleção histórica' de revista

Pela primeira vez em 64 anos, não haverá vencedor do prêmio Bola de Ouro, que acabou sendo cancelado devido à pandemia de coronavírus. Isso significa que o prêmio anual individual de maior prestígio no futebol mundial não será reivindicado pela primeira vez desde seu lançamento em 1956.

No entanto, na ausência de uma Bola de Ouro, a France Football está, em vez disso, preparando seu time com os maiores jogadores de todos os tempos. De fato, 110 jogadores foram selecionados para uma lista curta - 10 jogadores para cada posição em um 3-4-3.

O formato significa que vários jogadores lendários já estão fora da corrida por uma vaga na equipe, incluindo vários nomes recentes.

Sentimos que não poderíamos deixar esses gigantes do futebol passarem despercebido. Aqui está a nossa escolha dos melhores jogadores que não estão entre os 110 nomes da lista.


Goleiro – Oliver Kahn

Nenhum goleiro jamais ganhou a Bola de Ouro, embora alguns poucos tenham chegado ao pódio, incluindo Gianluigi Buffon e Manuel Neuer.

No entanto, apenas um goleiro chegou ao pódio em duas ocasiões: Oliver Khan, do Bayern de Munique, que terminou em terceiro na votação de 2001 e repetiu o feito em 2002.

Nomeados da France Football: Gordon Banks, Gianluigi Buffon, Iker Casillas, Sepp Maier, Manuel Neuer, Thomas Nkono, Peter Schmeichel, Edwin van der Sar, Lev Yashin, Dino Zoff.

Lateral-direito – Daniel Alves

Com laterais injustamente esquecidos pela formação de três zagueiros da France Football, é justo que Daniel Alves - um dos jogadores de futebol mais condecorados da atualidade – fique com a vaga.

Nomeados da France Football: Giuseppe Bergomi, Cafú, Carlos Alberto, Djalma Santos, Claudio Gentile, Manfred Kaltz, Philipp Lahm, Wim Suurbier, Lilian Thuram, Berti Vogts.

Zagueiro – Carles Puyol

Outro zagueiro que já venceu tudo que pode ser vencido. Puyol era o xerife dos times do Barcelona e da seleção da Espanha que venceram tudo do fim dos anos 2000 até o começo dos anos 2010.

Nomeados da France Football: Franco Baresi, Franz Beckenbauer, Fabio Cannavaro, Marcel Desailly, Ronald Koeman, Bobby Moore, Daniel Passarella, Matthias Sammer, Gaetano Scirea, Sergio Ramos.

Lateral-esquerdo – Ashley Cole

Outro lateral excelente que ficou de fora por conta da formação, parece que as pessoas não sabem o quão bom Ashley Cole realmente foi.

Nomeados da France Football: Andreas Brehme, Paul Breitner, Antonio Cabrini, Giacinto Facchetti, Junior, Ruud Krol, Paolo Maldini, Marcelo, Nilton Santos, Roberto Carlos.

Volante – Claude Makelele

Um pouco estranho o homem que redefiniu a posição não estar na lista, mas tomara que Makelele se contente por ser citado aqui.

Volante – Luka Modric

O único homem a vencer a Bola de Ouro sem ser Messi ou Cristiano Ronaldo nos últimos 12 anos, Modric – um dos meio-campistas mais refinados de sua época – é um homem que respirou um ar diferente, com certeza.

Nomeados da France Football: Jozsef Bozsik, Sergio Busquets, Didi, Paulo Roberto Falcao, Steven Gerrard, Gerson, Pep Guardiola, Josef Masopust, Lothar Matthaus, Johan Neeskens, Andrea Pirlo, Fernando Redondo, Frank Rijkaard, Bernd Schuster, Clarence Seedorf, Luis Suarez, Marco Tardelli, Jean Tigana, Xabi Alonso, Xavi Hernandez

Meia-atacante: Michael Laudrup

Havia um caso sólido para colocarmos Pavel Nedved aqui, especialmente por ele ter vencido a Bola de Ouro em 2003, mas o talentoso tcheco não possuía os requintes artísticos de Laurdup no auge do dinamarquês.

Meia atacante: Kaká

O último jogador a vencer a Bola de Ouro (2007) antes do início da era Messi/Ronaldo, Kaká foi uma força da natureza no Milan antes que sua carreira fosse atrapalhada por lesões.

Atacante pela direita: Robert Lewandowski

O atacante polonês parecia que estava prestes a ganhar o prêmio de 2020 depois de seus gols fenomenais na temporada passada, mas a pandemia não deixou. Ainda assim, temos quase certeza de que uma temporada de 55 gols e títulos com o Bayern de Munique foi de alguma forma um consolo adequado. Samuel Eto'o não ficou muito satisfeito por aparecer nesta posição, no entanto.

Nomeados da France Football: David Beckham, George Best, Samuel Eto'o, Luis Figo, Garrincha, Jairzinho, Kevin Keegan, Stanley Matthews, Lionel Messi, Arjen Robben

Atacante pela esquerda: Alessandro Del Piero

Provavelmente o atacante mais talentoso naturalmente que já vimos, o vencedor da Copa de 2006 sempre será sinônimo de um controle de bola absurdo e dono de uma finalização mortal, assim como será lembrado pelas cores preto e branco da sua amada Juventus.

Nomeados pela France Football: Oleg Blokhin, Cristiano Ronaldo, Dragan Dzajic, Ryan Giggs, Thierry Henry, Rivaldo, Rivelino, Ronaldinho, Karl-Heinze Rummenigge, Hristo Stoichkov.

Atacante pelo centro: Raúl

Um dos atacantes mais talentosos que já tivemos o prazer de ver jogar (ele ainda é o espanhol com mais gols em competições europeias: 256). Raúl nunca venceu a Bola de Ouro, embora tenha ficado em segundo lugar no ano de 2001, atrás de Michael Owen. Naquele ano, o espanhol foi o artilheiro de LaLiga e da Champions League com o Real Madrid.

Nomeados pela France Football: Dennis Bergkamp, Johan Cruyff, Kenny Dalglish, Eusebio, Sandor Kocsis, Gerd Muller, Romario, Ronaldo Nazario, Marco van Basten, George Weah.