<
>

Bayern: Lucas Hernández custou um quinto do elenco Bayern, ainda tenta se firmar e reencontra ex-time

Joshua Kimmich, Alphonso Davies, David Alaba, Serge Gnabry...Por nenhum deles o Bayern de Munique precisou pagar mais do que 10 milhões de euros. Já Leon Goretzka e Robert Lewandowski vieram sem custos.

Mais do que um grande futebol, o atual detentor da tríplice coroa mostrou-se um especilaista em bons negócios em uma liga que não costuma investir tanto em reforços como a Premier League ou LaLiga.

Porém, isso não significa que o clube não tenha feito investimentos audaciosos nos últimos anos. O maior deles foi Lucas Hernández, por quem pagou 80 milhões de euros em 2019, um recorde na história do Bayern e da Bundesliga - o segundo de ambas as listas foi Leroy Sané, contratado por 45 milhões de euros na última janela.

O valor de Lucas Hernández, por exemplo, representou mais do que 57% em relação ao que o Bayern pagou para montar sua equipe titular na temporada passada (Neuer; Pavard, Sule, Alaba e Davies; Kimmich e Goretzka; Gnabry, Muller e Coman; Lewandowski), sem incluir Thiago Alcântara, que se transferiu ao Liverpool, e mesmo considerando Sule no lugar de Boateng - o primeiro foi mais caro.

Se for considerado todos os jogadores contratados para o elenco atual (incluindo o francês), o Bayern desembolsou um total de 382,4 milhões de euros. Ou seja, o lateral-esquerdo, que também joga na direita e de zagueiro, representou mais de um quinto deste valor.

Apesar do alto investimento, o atleta de 24 anos ainda não conseguiu o destaque imaginado. Lateral-esquerdo titular da França campeã do mundo em 2018, ele foi anunciado como reforço do Bayern no fim de março de 2019, quando estava com uma lesão no joelho, mas se recuperou a tempo de poder começar jogando em sua chegada ao time bávaro.

No entanto, Hernández viria a sofrer um problema no tornozelo e perdeu mais de um terço da Bundesliga passada por questão física. Titular em apenas dez rodadas, ele viu David Alaba se sair muito bem na zaga (Sule perdeu quase a temporada inteira por problema no joelho) e Davies dominar a lateral-esquerda. No total, o francês esteve em campo em apenas 25 dos 52 jogos do Bayern em 2019-20, sendo titular em 12 deles.

Nesta temporada, no entanto, a situação do defensor parece estar mudando. Ele começou cinco dos sete jogos do Bayern, sendo lateral-esquerdo em quatro oportunidades e zagueiro em uma.

Nesta quarta-feira, ele terá uma nova oportunidade de justificar seu alto investimento. O Bayern inicia sua trajetória na Champions League recebendo na Allianz Arena o Atlético de Madrid, antiga equipe de Lucas Hernández.

Confira quanto o Bayern pagou em cada jogador (em euros):

  • Manuel Neuer - 30 milhões

  • David Alaba - 150 mil

  • Niklas Süle - 20 milhões

  • Jérôme Boateng - 13,5 milhões

  • Chris Richards - 1,1 milhão

  • Alphonso Davies - 10 milhões

  • Benjamin Pavard - 35 milhões

  • Bouna Sarr - 8 milhões

  • Joshua Kimmich - 8,5 milhões

  • Marc Roca - 9 milhões

  • Javi Martínez - 40 milhões

  • Corentin Tolisso - 41,5 milhões

  • Leroy Sané - 45 milhões

  • Kingsley Coman - 28 milhões (7 milhões de empréstimo e 21 milhões da compra)

  • Serge Gnabry - 8 milhões

  • Leon Dajaku - 1,5 milhão

  • Joshua Zirkzee - 150 mil

  • Fiete Arp - 3 milhões

Negócios sem custos ou atletas revelados no clube: Alexander Nübel, Tanguy Nianzou, Angelo Stiller, Leon Goretzka, Daniels Ontuzans, Jamal Musiala, Thomas Müller, Robert Lewandowski, Eric Maxim Choupo-Moting e Armindo Sieb

Empréstimo: Douglas Costa

Valor da contratação do goleiro Ron-Thorben Hoffmann não foi revelado