<
>

Real Madrid: Zidane abusa da sinceridade após derrota: 'Fizemos uma péssima partida'

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, foi bastante sincero após a derrota de sua equipe para o Cádiz, neste sábado, em casa, por LaLiga.

Em sua coletiva, o francês não quis dar qualquer desculpa e disse que os merengues mereceram perder pela 1ª vez na temporada.

A ESPN Brasil e o ESPN App transmitem Barcelona x Real Madrid, ao vivo, a partir das 11h (horário de Brasília) do próximo sábado (24 de outubro), e o ESPN.com.br acompanha o El Clásico em tempo real, com VÍDEOS de lances e gols.

"Não há explicação. Estivemos mal durante todo o jogo, fizemos uma péssima partida. Nosso rival mereceu a vitória. E ainda tiveram duas ou três ocasiões ainda para matar a partida de vez", declarou.

"Eles demonstraram mais ritmo do que nós. Não temos desculpas, foi uma partida ruim e temos que felicitar o Cádiz. Não foi um bom dia para nós. Temos que aceitar quando as coisas não saem bem. E também demonstramos bastante cansaço", seguiu.

Zizou também falou sobre a substituição do zagueiro Sergio Ramos, que reclamou de dores no joelho.

Sem querer comentar o estado físico do atleta, o técnico salientou que preferiu poupá-lo, já que o Real terá jogo da Champions League no meio de semana e El Clásico contra o Barcelona no próximo sábado.

"Sergio sentiu dores no joelho, e preferio não arriscar (deixando o zagueiro em campo). Espero que seja algo leve", afirmou.

Segundo apurou a ESPN, a saída de Ramos foi por precaução, e, segundo as primeiras impressões do departamento médico, ele sofreu apenas uma pancada, ficando pendente de evolução nas próximas horas.

Também em entrevista pós-jogo, o volante Casemiro, que começou no banco e entrou no 2º tempo, foi bastante crítico com a atuação do Madrid.

"Demos o 1º tempo de presente. Depois, lutamos mais, tentamos, mas, no 1º tempo, eles jogaram muito melhor. Essa não pode ser nossa atitude", decretou.

"Agora, vamos jogar a Champions e temos que nos reabilitar. Temos que melhorar em tudo o que fizemos de errado, e esse jogo deve servir de lição para não voltar a acontecer. Há tempo para reagir e voltar mais forte", finalizou.