<
>

Eriksen cobra Conte publicamente por mais tempo de jogo na Inter: 'Não quero ficar no banco'

play
Equilíbrio perfeito entre trabalho e fofura! Eriksen treina com o filho na garagem de casa (0:37)

Encarar o período de quarentena não tem sido nada fácil, mas ver cenas fofas como essa ajudam a aquecer o coração | Via Instagram @chriseriksen8 (0:37)

Em entrevista ao canal dinamarquês BT.dk, o meia Christian Eriksen, da Inter de Milão, botou a boca no trombone e cobrou publicamente o técnico da equipe nerazzurra, Antonio Conte, para ter mais tempo de jogo.

O atleta só entrou em campo duas vezes em 2020/21, "esquentando" o banco na maioria dos jogos da Internazionale até agora.

Falando sem filtros, ele pediu para ser escalado com mais frequência, e salientou que não tem intenção de passar a temporada inteira na reserva.

"Eu certamente não espero ficar sentado no banco a temporada inteira. Pelo menos essa não é minha intenção. Espero também que não seja a intenção do clube ou do treinador", afirmou.

"Nunca é legal ficar no banco, e você tende a ficar cada vez mais impaciente conforme vai ganhando experiência na carreira", explicou.

"Teremos um número incrível de partidas em um curto período. Além disso, também teremos os jogos pelas seleções, o que é uma loucura. Haverá muitos jogos, e eu espero jogar", bradou.

"Logo mais a Champions League também retorna, então há muito futebol a se jogar. Provavelmente, eu terei os minutos que espero. Daí em dirante, será uma questão de ter a minutagem que tanto eu quanto as pessoas de fora esperam de mim", finalizou.

Eriksen está na Inter de Milão desde o meio da temporada 2019/20, quando foi comprado do Tottenham.

Até o momento, o camisa 24 soma 28 jogos e 4 gols marcados pela equipe italiana.

No momento, ele está com a seleção da Dinamarca e entra em campo no próximo domingo, contra a Islândia, pela Liga das Nações da Uefa.