<
>

Robinho, Balotelli, Mandzukic e mais: veja os craques que estão livres e podem assinar com qualquer equipe

Por conta da pandemia de COVID-19, houve uma mudança na data de abertura e encerramento da janela de transferências europeia para a temporada 2020-21. O mês de outubro ficou marcado pelas grandes transações. Porém, na maioria das grandes ligas, como Itália, Espanha, Alemanha e Portugal, o mercado já se fechou. A única exceção é a Inglaterra, que tem o mercado interno aberto até o dia 16.

Mesmo com a janela de transferências fechada, os clubes ainda podem se movimentar e ir atrás de grandes nomes do futebol mundial. O jornal La Gazzetta dello Sport listou dez jogadores que estão livres e podem assinar de graça com qualquer equipe. Veja abaixo:

Robinho

O rei das pedaladas está sem clube desde que deixou o Istanbul Basaksehir, onde foi campeão turco na última temporada, quando entrou em 25 vezes e não marcou gols. No Brasil, tem passagens marcantes por Santos e Atlético-MG.

Mario Balotelli

O polêmico atacante italiano está sem clube desde que deixou o Brescia, em julho. Por lá, marcou cinco gols em 19 jogos após retornar à equipe que o revelou. Em 2019, chegou a negociar com o Flamengo e esteve próximo de acerto.

Alexandre Pato

Lembrado pelo site italiano por sua passagem pelo Milan, Pato vive outros momentos. O atacante rescindiu com o São Paulo, em sua segunda passagem, após 13 jogos e quatro gols em 2020. Chegou a ser sondado pelo Internacional, porém, sem sucesso. Segue sem clube.

Samir Nasri

O francês chegou a ser um dos grandes nomes do Manchester City e conquistou por duas vezes a Premier League. Mas, desde que deixou a Inglaterra, não conseguiu reencontrar o bom futebol. Teve passagens frustradas por Sevilla, Antalyaspor-TUR, West Ham e Anderlecht, seu último clube. Na Bélgica, foram apenas oito jogos e dois gols.

Mario Mandzukic

O croata de 34 anos, há poucas temporadas, era sensação na Europa. Campeão da Champions League e do Mundial de Clubes pelo Bayern de Munique em 2013, penta italiano com a Juventus. Em 2019, rumou ao Al Duhail, do Catar. Por lá, foram apenas dois gols até deixar o clube após a chegada de Dudu.

Fredy Guarín

Ao todo, foram quatro anos na Inter de Milão. Em 2019, chegou ao Brasil para vestir a camisa do Vasco e caiu nas graças da torcida cruzmaltina. No entanto, problemas familiares o fizeram não reaparecer no clube após a paralisação pela pandemia, pedindo para retornar à Colômbia. Desde então, após rescindir, está sem equipe e livre no mercado.

Ben Arfa

Depois de mais uma temporada apagada, o francês de 33 anos está livre no mercado. Na última oportunidade, defendeu o Real Valladolid, clube que Ronaldo Fenômeno é dono e presidente, entrou em campo oito vezes e não marcou gols. Mesmo assim, tem o nome ligado ao Bordeaux.

Shinji Kagawa

Figura do Japão nas Copas do Mundo de 2014 e 2018, o meia de 31 anos está sem clube desde que deixou o Real Zaragoza, da segunda divisão espanhola. Por lá, disputou 36 jogos e marcou apenas quatro gols na equipe que não consegui subir de divisão.

Daniel Sturridge

As passagens artilheiras por Chelsea e Liverpool credenciaram o atacante a disputar a Copa do Mundo em 2014 no Brasil. No entanto, desde 2014, somada às lesões, não chega a dois dígitos de gols marcados. Depois de deixar o Anfield, em 2019, rumou ao Trabzonspor-TUR, onde disputou 16 jogos e marcou sete gols.

Antonio Valencia

Após um pouco mais de nove temporadas no Manchester United e 339 jogos vestindo a camisa dos Diabos Vermelhos, o polivalente equatoriano de 35 anos está sem clube desde que deixou a Liga de Quito. Seu nome é apontado no Vasco.