<
>

Fortaleza recebe quase R$ 10 milhões pela venda de 'Cebolinha' ao Benfica e embolsa menos da metade

play
Os números dos duelos entre Messi e Cristiano Ronaldo na Champions League (1:02)

Os astros de Juventus e Barcelona vão se encontrar na fase de grupos da competição (1:02)

O Fortaleza anunciou o recebimento de R$ 9,273 milhões pela venda de Everton 'Cebolinha' ao Benfica. O atacante foi negociado pelo Grêmio por 20 milhões de euros, o equivalente, hoje, a R$ 132,6 milhões.

Mas o clube cearense não ficará com 100% do valor. Segundo pronunciamento do clube, ele terá direito a R$ 3,273 milhões, após acordo com o ex-presidente Eduardo Girão.

Hoje político, Girão investiu cerca de R$ 6 milhões no Fortaleza quando era dirigente, em 2017. Como garantia, ficou com uma porcentagem dos direitos econômicos de Everton, revelado pelo Tricolor e negociado com o Grêmio.

Girão teria direito, segundo correção dos valores, a R$ 8,487 milhões, mas aceitou receber R$ 6 milhões, sendo R$ 5 milhões imediatamente e o restante a ser pago até fevereiro de 2021.

O clube cearense ainda terá direito a 1,6% de uma venda futura de Everton 'Cebolinha'. O atacante brasileiro é titular da equipe dirigida por Jorge Jesus. São três jogos na temporada e um gol.

Veja nota oficial do Fortaleza:

O Fortaleza Esporte Clube informa que recebeu, pela venda do atacante Everton Cebolinha, o valor de R$ 9.273.000,00. Eduardo Girão teria direito a R$ 8.487.000,00 desse valor, porém, ele abriu mão de R$ 2.487.000,00 e vai receber R$ 6 milhões, sendo R$ 5 milhões de imediato e R$ 1 milhão para ser pago até fevereiro de 2021. Além disso, Girão renunciou também a participação futura de 1,6% que o Fortaleza tem em caso de futuras transações do Atleta, o que ao valor de hoje equivaleria a aproximadamente 2 milhões.

Agradecemos mais uma vez a gentileza e o espírito tricolor do Eduardo Girão. Entre outras coisas, o valor doado para o Fortaleza será utilizado para saldar seus acordos com atletas e fornecedores e , a partir da intenção do próprio doador , será usado também- na medida do possível - para investimentos na categoria de base, patrimônio do Clube e no departamento de futebol.