<
>

Lewandowski é eleito o melhor da Europa em premiação dominada pelo Bayern; Harder vence entre mulheres

play
Zagueiro acusado de racismo por Neymar se manifesta e o futuro de Diniz no São Paulo: o Giro ESPN (1:32)

Assista ao Giro com Matheus Cobucci (1:32)

Nada de surpresas! A Uefa anunciou nesta quinta-feira o vencedor do prêmio de melhor jogador da Europa na última temporada, e, como era de se imaginar, Robert Lewandowski ficou com o troféu.

O polonês assegurou a conquista pela primeira vez depois de ter sido peça fundamental do Bayern de Munique nos títulos da Champions League, da Bundesliga e da Copa da Alemanha, sendo o artilheiro nas três competições.

O atacante de 32 anos fechou 2019-20 com 55 gols em 47 partidas. Seu desempenho o coloca como favorito a também ficar com o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa em 2020.

Para assegurar com a honraria, Lewandowski superou o companheiro Manuel Neuer, além de Kevin de Bruyne, que foi eleito o melhor jogador da última Premier League e conquistou a Copa da Liga Inglesa pelo Manchester City.

O grande desempenho do Bayern ainda fez outros prêmios individuais serem dominados pelo time, com Manuel Neuer (melhor goleiro), Joshua Kimmich (melhor defensor), além de Lewandowski (melhor atacante). O único 'intruso' foi Kevin de Bruyne, que ganhou entre os meio-campistas.

Nas premiações femininas, Pernille Harder, destaque do Wolfsburg vice-campeão da Champions e campeão alemão, ficou com o troféu. Ao final da última temporada, a dinamarquesa se transferiu ao Chelsea.

Os demais prêmios tiveram domínio do Lyon, atual pentacampeão da Champions. Sarah Bouhaddi (goleira), Wendie Renard (defensora), Dzsenifer Marozsán (meio-campista) e Jean-Luc Vasseur (técnico) foram eleitos em suas respectivas categorias.

Veja a lista de prêmios da cerimônia da Uefa:

Prêmio presidencial: Didier Drogba

Melhor goleiro do ano: Manuel Neuer (Bayern de Munique)

Melhor goleira do ano: Sarah Bouhaddi (Lyon)

Melhor defensor do ano: Joshua Kimmich (Bayern de Munique)

Melhor defensora do ano: Wendie Renard (Lyon)

Melhor meio-campista do ano (masculino): Kevin de Bruyne (Manchester City)

Melhor meio-campista do ano (feminino): Dzsenifer Marozsán (Lyon)

Melhor atacante do ano (masculino): Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

Melhor atacante do ano (feminino): Pernille Harder (Wolfsburg - agora no Chelsea)

Melhor técnico do ano (feminino): Jean-Luc Vasseur (Lyon)

Melhor técnico do ano (masculino): Hansi Flick (Bayern de Munique)

Melhor jogadora do ano: Pernille Harder (Wolfsburg - agora no Chelsea)

Melhor jogador do ano: Robert Lewandowski (Bayern de Munique)