<
>

Diniz coloca São Paulo na briga por títulos do Brasileiro e da Copa do Brasil e faz avaliação sincera sobre seu trabalho

O São Paulo está eliminado da Conmebol Libertadores 2020. Nesta quarta-feira, o time do Morumbi foi derrotado pelo River Plate por 2 a 1 e deu adeus à competição na fase de grupos.

Tema de debates de "amor e ódio" entre torcedores, o técnico Fernando Diniz avaliou a eliminação precoce e procurou erguer a cabeça e seguir em frente, já que o São Paulo ainda disputa o Brasileirão e a Copa do Brasil na tentativa de sair do jejum de 8 anos sem títulos.

"Faltaram algumas coisas. Começou com jogo do Binacional, jogamos mal. Temos que melhorar, se solidarizar com o torcedor e trabalhar pra frente, não tem como a gente arrumar desculpa nessa hora. O São Paulo não é um time pra cair na primeira fase da Libertadores. O jogo no Morumbi 2 a 2, a gente podia ter vencido, jogamos de igual pra igual contra o River. Sempre falei que a gente tem que ter um time que precisa acreditar mais, trabalhar mais e ganhar jogos", disse o técnico, em coletiva de imprensa.

Diniz também fez uma avaliação sincera sobre o seu trabalho no clube, que começou há um ano, e acredita que o São Paulo pode disputar os títulos da Copa do Brasil e Brasileirão.

"Em termos de resultado nas competiçoes, (o trabalho é) ruim. Esse ano a gente disputou duas competições e fomos elminados precocemente nas duas. A gente tem que seguir, o trabalho está sendo feito, a gente tem ficado próximo de vitórias, tem que trabalhar, ser persistente. A gente tem duas competições pra disputar (Brasileiro e Copa do Brasil). O São Paulo tem condições de lutar pelas duas competições", analisou.