<
>

Imperdível! Liverpool x Arsenal tem 'rivalidade' entre técnicos, duelo de goleadores e turma de brasileiros

play
Vitórias contra Klopp, Guardiola e Lampard e dois títulos em dois meses: o grande momento de Arteta no comando do Arsenal (1:27)

Treinador de 38 anos comanda os Gunners nesta segunda contra o Liverpool; ESPN Brasil e ESPN App mostram às 16h (1:27)

Liverpool e Arsenal fazem nesta segunda-feira (28), às 16h (de Brasília), em Anfield, um dos jogos mais aguardados do início da temporada europeia. Não só pela tradição em campo ou pela partida reunir o segundo e terceiro maiores campeões ingleses, mas por diversos ingredientes.

O duelo que fecha a terceira rodada da Premier League terá transmissão ao vivo e exclusiva da ESPN Brasil e do ESPN App, além de cobertura em tempo real com vídeos do ESPN.com.br.

Um clássico que coloca frente a frente dois técnicos em estágios diferentes da carreira, duas equipes que ainda não sabem o que é perder na nova temporada, artilheiros que brigam gol a gol pelo topo da premiação individual e, claro, tem aquele toque todo brasileiro.

Veja abaixo 5 motivos para você não perder o jogão desta segunda-feira:

Klopp x Arteta

De um lado, o atual campeão da Premier League, ídolo de uma torcida apaixonada e cujo carisma transcende Anfield. Do outro, um jovem treinador, aprendiz de um dos maiores da história, que aceitou o desafio de assumir um time em baixa e até agora já levantou dois troféus.

A disputa na área técnica é um atrativo à parte para Liverpool x Arsenal. Arteta pode ser inexperiente, mas defende uma recente invencibilidade contra Klopp. São dois duelos entre eles, com uma vitória dos Gunners (2 a 1, na temporada passada) e um empate (1 a 1, pela final da Supercopa da Inglaterra, vencida pelo Arsenal nos pênaltis).

O jogo desta tarde é a chance para Klopp recuperar a boa fase contra o Arsenal. Antes de Arteta chegar, o treinador alemão nunca havia perdido para o time de Londres. Foram cinco vitórias e quatro empates, de 2015 até o início de 2020.

Briga dos artilheiros

Enquanto Firmino e Lacazette vestem as respectivas camisas 9 de Liverpool e Arsenal, a tarefa de quem faz mais gols recai nas costas de outros jogadores. Mohamed Salah e Pierre-Emerick Aubameyang também fazem um duelo interessante e até aqui super equilibrado.

O egípcio do Liverpool leva vantagem, até porque chegou seis meses antes. Em 123 jogos na Premier League, são 78 gols e 29 assistências. Salah conseguiu ser artilheiro do campeonato na temporada 2017-18, com 32 gols, e também na seguinte, com 22.

Em 2018-19, Aubameyang dividiu a artilharia com Salah e Mané. O camisa 14 do Arsenal, que recentemente renovou contrato e se tornou o maior salário do elenco, soma 55 gols e 13 assistências em 87 jogos na Premier League. Agora, frente a frente, vão disputar quem faz mais a diferença.

Os brasileiros

Em uma liga cada vez mais verde e amarela, Liverpool e Arsenal possuem seus grupinhos de brasileiros. São três de um lado e quatro do outro: Alisson, Fabinho e Firmino nos Reds, Gabriel Magalhães, David Luiz, Willian e Gabriel Martinelli, o único impossibilitado de jogar, nos Gunners.

O trio de Anfield já é mais consolidado, com a titularidade absoluta e participação decisiva nos títulos da Champions League em 2018-19 e da Premier League na temporada passada. Já o quarteto do Arsenal tem dois reforços desta temporada e que já carregam a esperança da torcida de dias melhores.

play
2:07

Arsenal inova e anuncia o brasileiro Gabriel em live com David Luiz e Willian

Zagueiro deixou o Lille e assinou com os Gunners para jogar ao lado da dupla de compatriotas | via YouTube: Arsenal

Gol é o que não falta

Os dois rivais estão acostumados a fazerem jogos com uma média altíssima de gols recentemente, o que por si só é uma atração para o fã de esporte.

Da temporada 2010-11 até os tempos atuais, foram 89 gols em 23 jogos, uma média de 3,87 por partida. Média esta que em muitos momentos eles superaram.

Basta lembrar a goleada do Liverpool por 5 a 1 sobre o Arsenal, na temporada 2013-14 (show de Steven Gerrard, Luis Suárez e Raheem Sterling), ou dos 4 a 1 do Arsenal sobre o Liverpool, em abril de 2015, com Özil e Alexis Sánchez inspirados.

Teve também um 4 a 3 para o Liverpool em 2016, um 4 a 0 para os Reds em 2017 e um novo 5 a 1, em 2018. Sem contar os empates: 3 a 3 em 2016 e 2017 e um incrível 5 a 5 em outubro de 2019, pela Copa da Liga Inglesa.

E só o primeiro da semana

O quinto motivo que torna Liverpool x Arsenal imperdível é que este não será o único clássico da semana. Depois de duelarem na Premier League, os times se encontrarão novamente na quinta-feira (1) para disputar uma vaga nas quartas de final da Copa da Liga.

É bem verdade que esse segundo clássico deve ter muitas mudanças na escalação, com estrelas poupadas e, consequentemente, um nível inferior. Mas não seria surpresa se Klopp e Arteta abrissem uma exceção e apresentassem times nem tão modificados assim.

Tudo depende desta segunda-feira, quando os dois colocam suas invencibilidades à prova. Ambos somam três vitórias e um empate, justamente contra o outro, na final da Community Shield, em 29 de agosto.

E aí, vai perder?