<
>

Barcelona, Bayern ou City? De gols a títulos e vitórias, compare e veja onde Guardiola mais marcou época

Pep Guardiola vive em 2020-21 algo inédito na carreira de muitos técnicos e também na sua. O espanhol comandará o Manchester City pela quinta temporada seguida, superando em tempo de permanência os quatro anos de Barcelona (sem contar, claro, a passagem como jogador ou no time B) e os três no Bayern de Munique.

Até aqui, a quinta temporada de Guardiola começou de forma positiva: uma estreia segura na Premier League, com 3 a 1 sobre o Wolverhampton, e a classificação com um time cheio de garotos na Copa da Liga Inglesa, contra o Bournemouth. O próximo desafio é neste domingo (27), às 12h30 (de Brasília), contra o Leicester City, com transmissão ao vivo e exclusiva de ESPN Brasil e ESPN App.

Além do desafio de comandar um time por cinco anos ininterruptos, Guardiola tem a oportunidade de estabelecer marcas individuais importantes. Um tricampeonato nacional, quem sabe o primeiro título europeu da história do City ou também fazer a passagem pela Inglaterra como a mais marcante da carreira, ao menos em números, como mostra abaixo o ESPN.com.br.

A versão mais lembrada de Guardiola até hoje é a do Barcelona. Apontado como um dos maiores times da história do futebol, aquele Pep Team de Xavi, Iniesta e Messi venceu 14 dos 19 títulos que disputou entre 2008 e 2012, incluindo duas vezes a Champions League, as únicas na coleção do treinador.

Foi no Camp Nou, também, que o espanhol teve, até hoje, o maior número da vitórias da carreira (247), de vitórias (179) e de gols a favor (638), além da menor média de gols sofridos (0,73). Guardiola deixou o cargo alegando desgaste e viveu um ano sabático em Nova York, com a família, até aceitar um novo emprego.

Entre 2013 e 2016, Guardiola comandou o Bayern de Munique, um trabalho que começou difícil, por assumir um time que vinha de uma Tríplice Coroa, e acabou sendo bastante autoral, com a criação de uma nova forma de jogar, mesclando suas ideias e as do clube, em um estilo até hoje lembrado na Alemanha.

Por lá, Pep ganhou sete troféus, sendo dois internacionais e o tricampeonato da Bundesliga, mas ficou marcado por parar três vezes seguidas na semifinal da cobiçada Champions. Nos recordes da sua carreira, foi pelo Bayern que Guardiola teve a maior porcentagem de vitórias, ao ganhar em 77% das vezes que foi a campo, e onde sofreu menos gols: 128 em 161 partidas.

A terceira etapa da carreira do catalão foi na Inglaterra. No verão de 2016, Guardiola assumiu o desafio não só de treinar o Manchester City, mas de estabelecer uma filosofia de jogo para o clube histórico, mas que passou décadas às sombras dos maiores times do país. A agremiação ofereceu a ele milhões de libras e a possibilidade de montar um elenco poderoso.

O tempo de Guardiola pelo Etihad Stadium já é marcante, mesmo que não tenha acabado. Levantou oito troféus, um a mais que no Bayern, construiu um time ofensivo a ponto de superar, por pouco, a média de gols do seu Barcelona (2,59 por partida) e consolidou o City como uma potência inglesa, ainda que o insucesso na Europa seja sempre motivo de crítica.

A quinta temporada em Manchester provavelmente fará Guardiola atingir grandes marcas. Faltam 12 jogos para igualar o recorde de longevidade no Barcelona, e apenas cinco vitórias e 30 gols para superar as estatísticas do trabalho feito na Espanha. Faltam ainda seis troféus, mas isso nem uma temporada absolutamente perfeita dará a Pep. Pelo menos não até junho de 2021, quando acaba seu contrato.

Se renovar, aí a história muda.

Compare abaixo as marcas de Guardiola por Barça, Bayern e City:

Títulos

  • 14 no Barcelona

  • 8 no Manchester City

  • 7 no Bayern de Munique

Jogos

  • 247 no Barcelona

  • 235 no City

  • 161 no Bayern

Vitórias

  • 179 no Barcelona (47 empates e 21 derrotas)

  • 175 no City (25 empates e 35 derrotas)

  • 124 no Bayern (16 empates e 21 derrotas)

Porcentagem de vitórias

  • 77% no Bayern

  • 74,4% no City

  • 72,4% no Barcelona

Média de pontos

  • 2,36 no Barcelona

  • 2,41 no Bayern

  • 2,34 no City

Gols

  • 638 a favor (2,58) e 181 contra (0,73) no Barcelona

  • 608 a favor (2,59) e 212 contra (0,9) no City

  • 414 a favor (2,57), 128 contra (0,8) no Bayern