<
>

Jorge Jesus explica por que deixou o Flamengo, diz o que falta vencer na carreira e despista sobre futuro

Jorge Jesus, sempre que pode, fala do Flamengo. E não foi diferente nesta quarta-feira (23). Em entrevista à TVI, emissora de Portugal, o treinador contou os dois motivos que o fizeram deixar o futebol brasileiro e aceitar o retorno ao Benfica.

"Houve fatores fizeram que eu tomasse essa decisão. Primeiro, a pandemia. Segundo, o projeto esportivo que o presidente do Benfica me apresentou. Um projeto ambicioso, vencedor, de dimensão elevada", disse o Mister, que completou.

"Achei que ficaria mais um ano no Brasil e só ele podia me convencer", garantiu.

Jesus trabalhou por pouco mais de um ano no Flamengo. No período, conquistou 43 vitórias, dez empates e quatro derrotas, desempenho suficiente para ganhar cinco títulos: Campeonato Brasileiro, Conmebol Libertadores, Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Campeonato Carioca.

O treinador admitiu que, apesar do currículo longo, ainda sente falta de dois títulos específicos. Um deles, aliás, bateu na trave no comando do Flamengo: o Mundial de Clubes.

"Me falta ganhar uma Champions League e também ser campeão mundial. Com o Flamengo foi por pouco. Nunca mais esquecerei o Brasil", afirmou Jesus, que preferiu não cravar que continuará o restante da carreira em Portugal.

"Não posso dizer hoje que vou acabar a minha carreira em Portugal. Se ainda vou para o exterior mais uma vez? É a minha vida, minha carreira, então nnca se sabe', despistou.