<
>

Com gol de Hernane Brocador, Sport derrota o Fluminense na Ilha do Retiro

O Fluminense pagou caro pelo início ruim de partida e perdeu para o Sport por 1 a 0, neste domingo, na Ilha do Retiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os donos da casa marcaram o gol da vitória com Hernane Brocador, de pênalti, logo aos 12 minutos, e seguraram o resultado positivo.

Sem Dodi, Michel Araújo e Nenê, poupados em função da sequência de jogos e também de olho na Copa do Brasil, o Fluminense teve uma atuação ruim no primeiro tempo, no qual levou o gol e não teve criatividade no ataque. O time tricolor melhorou na etapa final, criou, pressionou, mas não conseguiu empatar.

Com o resultado, o Fluminense permanece com 14 pontos em 11 jogos e está na 9ª colocação do Brasileiro. O Sport igualou a pontuação do Flu e ganhou quatro posições na tabela, subindo para o décimo lugar.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Fluminense vai receber o Coritiba, segunda-feira, dia 28, às 20h, no Maracanã. Antes, o Tricolor vai decidir vaga na Copa do Brasil e encara o Atlético-GO, pela quarta fase do torneio, na quinta-feira, no Estádio Olímpico, às 20h. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, o Flu tem a vantagem do empate.

O Sport tem mais um compromisso na Ilha do Retiro. Na quarta-feira, o time recebe o Corinthians, às 21h30, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fluminense paga caro pelo primeiro tempo ruim

O Fluminense demorou a se encontrar no início do jogo. Logo aos três minutos, Patric aproveitou rebote e ficou cara a cara com Muriel e chutou com violência. O goleiro do Flu fez milagre, com um leve desvio que fez a bola explodir no travessão. Foi um aviso claro de que as coisas poderiam se complicar.

E o pior, de fato, aconteceu. Lançado na área, Leandro Barcia foi derrubado por Egídio. Pênalti. Hernane Brocador cobrou e abriu o placar para o Sport, aos 12 minutos.

O Fluminense só levou certo perigo aos 18 minutos, quando Ganso recebeu na entrada da área e chutou com força, mas para fora. Por sinal, esta foi a única finalização do Flu em toda a primeira etapa. A resposta do Sport foi em cobrança de escanteio com Luciano Juba, que acertou a trave e quase surpreendeu Muriel.

Com a vantagem no placar, o Sport recuou, na tentativa de controlar o jogo, sem se expor e de buscar o contra-ataque. O Fluminense, com a posse, rodava a bola e buscava espaços, mas esbarrava na marcação rival e nos erros em passes e cruzamentos. A estatística que retrata a dificuldade tricolor foi o único chute a gol.

"Estamos nos movimentando muito bem. Eles estão com as linhas bem fechadas. Temos de tentar jogar um pouco mais por fora", analisou Wellington Silva, atacante do Fluminense.

Fluminense melhora, mas amarga derrota

Odair Hellmann mudou no intervalo, na tentativa de dar mais presença ofensiva ao time. Ele lançou o centroavante Felippe Cardoso no lugar de André. O segundo tempo começou agitado. O Sport por pouco não ampliou. Adryelson ganhou pelo alto, após cobrança de escanteio, mas Egídio evitou quase que em cima da linha. O Fluminense respondeu com Wellignton Silva. O atacante fez jogada individual e chutou por cima, assustando os donos da casa.

O Fluminense melhorou na segunda etapa. Wellington Silva voltou a assustar, em chute travado pela zaga. Depois, Egídio desceu pela esquerda e chutou cruzado, mas ninguém alcançou. O Tricolor explorou o setor de novo e viu Yago parar em bela defesa de Luan Polli. Ganso assustou em cobrança de falta.

Odair tentou as últimas cartadas, com Fernando Pacheco e Marcos Paulo. A dupla, por sinal, quase empatou o jogo. Pacheco chutou cruzado, mas Marcos Paulo não alcançou por pouco. O Flu partiu para a pressão. Calegari obrigou Luan Polli a salvar o Sport. Os mandantes conseguiram resistir à pressão do Fluminense e seguraram a vitória.

FICHA TÉCNICA:
SPORT 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 20 de setembro de 2020 (domingo)
Hora: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Caiza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS) Cartões amarelos: André (Fluminense)
GOL: SPORT: Hernane, do Sport, aos 12 minutos do 1º tempo

SPORT: Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Luciano Juba (Chico); Marcão Silva, Betinho (João Igor), Ricardinho e Lucas Mugni (Bruninho); Leandro Barcia (Lucas Venuto) e Hernane (Rogério) Técnico: Jair Ventura.

FLUMINENSE: Muriel; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Hudson, André (Felippe Cardoso) e Ganso; Yago (Marcos Paulo), Wellington Silva (Fernando Pacheco) e Luiz Henrique (Miguel) Técnico: Odair Hellmann.