<
>

Flamengo: Braz vai bancar Domènec após grupo político pedir demissão, diz Mauro Cezar

Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz dará entrevista coletiva neste sábado, às 13h30, após a vexatória derrota por 5 a 0 sofrida pelo Independiente Del Valle na quinta-feira pela Conmebol Libertadores. Segundo o jornalista dos canais ESPN Mauro Cezar Pereira, em seu blog no UOL, Braz irá bancar o técnico Domènec Torrent no comando.

Nesta sexta-feira, o grupo político FLAFUT, que faz parte do Conselho de Futebol do clube, fez publicações no Twitter pedindo a demissão de Domènec, entrando em rota de colisão com Braz.

Segundo Mauro Cezar, no entendimento da direção do futebol, os jogadores não estão querendo derrubar o técnico. A ideia de Braz na coletiva é não minimizar a goleada sofrida e o vice-presidente deve distribuir a responsabilidade entre Domènec, jogadores e diretoria.

A diretoria, segundo Mauro Cezar, ainda acredita que o quadro é reversível. Porém, uma nova derrota para o Barcelona-EQU na terça-feira pode mudar o cenário e fazer o catalão perder o apoio de quem mais o banca.

Segundo Mauro, quem acompanha a delegação nota os jogadores incomodados. Na direção, o entendimento é de que ficar chateado não basta, é preciso saber o tamanho da derrota e resolver em campo.

A avaliação de Braz das quatro vitórias seguidas antes das derrotas para Ceará e Del Valle ainda dão crédito a Torrent, mostrando que os atletas aos poucos estavam assimilando a ideia do treinador.

Em dois meses no clube, Domènec já sofreu quatro derrotas, o mesmo número da passagem inteira de Jorge Jesus pelo Flamengo entre 2019 e 2020.

A derrota para o Del Valle foi a maior já sofrida pelo Flamengo e também por um atual campeão da Libertadores.