<
>

Santos é punido de novo pela Fifa por dívida com Huachipato e não poderá contratar por três janelas

play
Mauro fala sobre rodízio de faltas do Olimpia em Marinho no empate do Santos em jogo de Libertadores 'old school' (1:03)

Equipes empataram em 0 a 0 na Vila Belmiro (1:03)

O Santos foi punido de novo pela Fifa por não pagar a dívida de US$ 3,4 milhões (R$ 18 milhões, na cotação atual) que tem com o Huachipato, do Chile, pela contratação do atacante Yeferson Soteldo.

Com isso, a equipe alvinegra ficará proibida de inscrever novos jogadores por três janelas de transferências, de acordo com determinação da entidade máxima do futebol.

A informação é do globoesporte.com, que ainda salienta que o Peixe não foi notificado da nova punição da Fifa.

"Só nos resta ser pacientes. Os processos tem seus trâmites, seus prazos e suas instâncias. Estamos avançando, passo a passo, e as decisões estão endurecendo. Em algum momento elas terão que ser cumpridas", disse Eduardo Carlezzo, advogado que representa o Huachipato no Brasil, ao portal.

"Ao credor resta apenas esperar a chegada deste dia", completou.

Soteldo tem 23 anos, recebe o maior salário na CLT do Peixe e possui contrato até dezembro de 2023.

Vale lembrar que o Alvinegro já havia recebido punição igual há alguns meses, devido à divida de R$ 30 milhões (valor atualizado com multa e correção) que tem com o Hamburgo, da Alemanha, pela contratação do zagueiro Cleber Reis.

Desta forma, o time da Vila Belmiro só poderá voltar a contratar jogadores se quitar as pendências com os clubes estrangeiros. Caso o faça, os ganchos serão retirados pela Fifa.