<
>

Brasileirão: Vasco, que podia virar vice-líder, leva virada do Atlético-GO, que sai da zona de rebaixamento

O Vasco recebeu o Atlético-GO pela 9ª Brasileirão e foi derrotado por 2 a 1. Em São Januário, o cruzmaltino até saiu na frente com Cano, mas levou a virada do Dragão graças a dois gols de Renato Kayser, ex-jogador da equipe carioca.

Nos primeiros segundos de jogo, os atletas ficaram parados e cruzaram os braços. Tal protesto está acontecendo ao redor do Brasil para chamar atenção à invasão de torcedores ao treino do Figueirense no último sábado, quando jogadores foram agredidos.

Fechando a rodada, o Vasco precisava de uma vitória para alcançar a vice-liderança do campeonato. Após sentir tal gostinho por alguns segundos, viu o time de Goiânia fazer a festa, saindo do Z4 com os três pontos somados fora de casa.

O primeiro tempo terminou sem gols, mas não foi por falta de chances. Aos 9 minutos, Chico recebeu de Janderson e perdeu de frente para a meta adversária. Pouco depois, o ponta ex-Corinthians fez outra grande jogada e assustou. Essa dupla ainda assustou mais uma vez, com o brasileiro lançando o sul-coreano em contra-ataque, mas Fernando Miguel salvou essa vez. Do lado do Vasco, Cano e Henrique levaram perigo ao gol dos visitantes, mas não balançaram as redes.

A etapa complementar, então, foi dos artilheiros. Com 16, Cano aproveitou desvio em passe de Talles Magno e, com um só toque, abriu o placar. Mas a virada veio com dois gols de Renato Kayser, ex-jogador do Vasco. O de empate saiu logo aos 17, e o da virada veio com 28. Nas duas ocasiões, o atacante mostrou faro de artilheiro e ótimo posicionamento na área para só finalizar e partir para o abraço.

Após levar a virada, o Vasco foi com tudo para cima, mas parou no goleiro Jean. Com 39, o camisa 1 do Atlético-GO fez dois milagres: primeiro espalmando chute de Cano e, no rebote, defendendo com o pé a batida de Pikachu.

A pressão foi até o fim, e a rede até balançou. Aos 44, Cano recebeu na área, dominou, limpou e marcou. Após muita comemoração, Heber Roberto Lopes botou a mão no ouvido, escutou a análise do VAR e anulou. A bola bateu no braço do argentino, invalidando a jogada.

Com 52 minutos, Bruno Gomes ainda foi expulso por agredir Matheus Vargas.


Ficha técnica

Vasco 1 x 2 Atlético-GO

GOLS: Vasco: Germán Cano Atlético-GO: Renato Kayser (2)

VASCO: Fernando Miguei; Yago Pikachu, Miranda, Marcelo Alves e Henrique; Andrey (Marcos Jr.), Fellipe Bastos (Bruno Gomes) Carlinhos (Vinícius) e Bruno César (Ribamar); Talles Magno (Ygor Catatau) e Germán Cano

Técnico: Ramon Menezes

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, Eder, João Victor e Nicolas; Edson, Marlon Freitas (Matheus Vargas) e Gustavo Ferrareis (Everton Felipe); Janderson (Matheusinho), Renato Kayser e Chico (Oliveira)

Técnico: Vagner Mancini

Classificação

VASCO: 6º colocado, com 14 pontos em 8 jogos

ATLÉTICO-GO: 14º colocado, com 9 pontos em 8 jogos+


Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no final de semana, pelo Brasileirão.

  • Domingo, 13/09, 18h - Bahia x Atlético-GO

  • Domingo, 13/09, 19h - Botafogo x Vasco