<
>

Flamengo já pagou 100% das luvas de Rafinha e ainda tem quase R$ 1 milhão a quitar com empresário

play
Zinho estranha saída de Rafinha e também de Jorge Jesus do Fla: 'Para mim, tem mais coisas por trás' (5:41)

'A gente que foi da bola, sabe que tem coisa por trás'; completou o ex-meia (5:41)

Vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz afirmou, na sexta-feira (14), que Rafinha não receberia o restante das luvas previstas em seu contrato com a saída para o Olympiacos, da Grécia. Segundo os demonstrativos financeiros do clube, porém, o lateral já recebeu tudo o que teria direito.

O último documento divulgado foi o do segundo trimestre de 2020, no qual já não consta dinheiro referente a luvas para o jogador de 34 anos. Até março, o Flamengo ainda tinha R$ 400 mil a pagar ao atleta, o que aconteceu, segundo o balancete, no primeiro semestre.

O único valor, tirando, claro, salários, que o Flamengo ainda teria a pagar por Rafinha é para a empresa L10 Assessoria e Empreendimentos Esportivos, do empresário do jogador, Lincoln, como intermediação pela contratação do lateral, depois da saída do Bayern de Munique.

Até junho, o valor que a empresa tinha direito era de R$ 978 mil, apenas um pouco inferior ao que foi descrito no trimestre anterior, o primeiro de 2020, R$ 983 mil.

Segundo o resultado financeiro de 2019, Rafinha custou ao Flamengo, sem incluir salários, R$ 3,88 milhões, sendo R$ 2,4 milhões apontados como “custos necessários” – no 3º trimestre daquele ano, o clube reconheceu isso como “luvas” – e R$ 1,48 milhão como intermediação.

Ao fim do ano em que conquistou o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores, o lateral tinha R$ 400 mil a receber dos R$ 2,4 milhões, e a L10 Assessoria, R$ 1,1 milhão.

Como comparação, Filipe Luis, lateral-esquerdo que também chegou livre ao Flamengo após deixar o Atlético de Madrid, ainda tinha, ao final do primeiro semestre deste ano, R$ 4,66 milhões em luvas. Seu contrato vai até o final de 2021 – o de Rafinha ia até julho.

No acerto com o lateral-direito, como confirmou Marcos Braz, havia uma cláusula contratual que o permitia sair em caso de proposta de um clube europeu. Segundo o dirigente, do elenco atual, era o único com a condição prevista. O lateral já nem encara o Coritiba neste sábado.

play
5:41

Zinho estranha saída de Rafinha e também de Jorge Jesus do Fla: 'Para mim, tem mais coisas por trás'

'A gente que foi da bola, sabe que tem coisa por trás'; completou o ex-meia