<
>

São Paulo: Raí e Pássaro tem chances mínimas de seguirem em 2021

play
Insatisfeito com seu próprio rendimento, Hernanes pode rescindir com o São Paulo (0:31)

Edu Affonso explica possível saída do meio-camposta (0:31)

O São Paulo deverá ter mudanças no departamento de futebol no final do ano.

Segundo informações do jornalista da ESPN Jorge Nicola em seu blog no Yahoo!, Raí, diretor-executivo, e Alexandre Pássaro, gerente de futebol, têm pouquíssimas chances de permanecerem no Morumbi no ano que vem. O time tricolor terá eleições presidenciais em 2020.

O jornalista diz que os candidatos Júlio Casares, Roberto Natel e Marco Aurélio Cunha não têm interesse na manutenção da dupla.

Raí, que tem vínculo até dezembro, não deve ter contrato renovado. O conselho de administração, criado para ajudar o presidente Leco nas grandes decisões, gostaria que o diretor executivo tivesse saído no final do ano passado.

Após a eliminação para o Mirassol no Paulista, o conselho pediu outra vez a demissão de Raí. Nas duas vezes, porém, Leco assegurou a permanência do diretor.