<
>

Daniel Alves comemora vitória do São Paulo sobre o Fortaleza no Brasileiro e brinca com moicano

play
Insatisfeito com seu próprio rendimento, Hernanes pode rescindir com o São Paulo (0:31)

Edu Affonso explica possível saída do meio-camposta (0:31)

A vitória por 1 a 0 do São Paulo sobre o Fortaleza, nesta quinta-feira, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, deixou o meia Daniel Alves claramente aliviado.

Após o jogo, ele admitiu que segue estranhando o fato de atuar sem torcida no Morumbi, e reconheceu que o Tricolor ainda está devendo em ritmo de jogo.

No entanto, o camisa 10 celebrou o triunfo e afirmou que vê a equipe "no caminho certo".

"São situações atípicas. Estamos acostumados a jogar com a pressão da torcida, e quando você não tem (a torcida) é diferente. Muito tempo sem jogar também te deixa um pouco sem ritmo, mas a gente sabe que tem muita coisa para melhorar. Mas é sempre bom melhorar com vitória, somando de três em três pontos. O Brasileiro é muito difícil, cada jogo requer um esforço e um sacrifício muito grande. Mas estamos no caminho", discursou, ao Premiere.

Mandando uma espécie de recado à diretoria, Dani Alves salientou que segue havendo "instabilidade" no São Paulo, mas garantiu que os jogadores estão dando tudo de si.

"A gente não pode oscilar. Temos que seguir fazendo o que a gente treina e trazendo para os os jogos todo o dia-a-dia de trabalho, de suor árduo, pois é assim que a gente constrói coisas e dá passos firmes. Sabemos que dependemos muito do que a gente faz aqui dentro, sabemos da instabilidade do clube, mas acredito que podemos ir mandando mensagens positivas de que, no que depender da gente, a coisa vai melhorar no São Paulo", salientou.

Sobre seu penteado "moicano", que foi uma das sensações da partida, o meia assegurou que não se tratou de uma homenagem ao amigo Neymar, do PSG.

Alves brincou com o fato, usando a frase normalmente utilizada por Neymar para falar sobre e-Sports, e disse que mudou é bom para a "autoestima".

"O pai tá on, o papi aqui está ativo sempre (risos). Às vezes, o importante é você mudar alguma coisa, até mesmo para a autoestima. Sobretudo mudar dentro de campo. Fora é estética, não vale nada", finalizou.