Flamengo acerta novo contrato de R$ 6,5 milhões com Konami por exclusividade no PES até 2023

Pedro Henrique Torre, do Rio de Janeiro (RJ)Leitura: 3 min.

Mauro Cezar: Flamengo terá recurso julgado, e Defensoria pedirá que clube siga pagando R$ 10 mil mensais a familiares dos Garotos do Ninho

Recurso será julgado na próxima quarta-feira, e três famílias e meia ainda não têm acordo com o clube

A diretoria do Flamengo encaminhou para votação no Conselho Deliberativo o novo contrato do clube com a Konami, produtora japonesa responsável pelo game eFootball Pro Evolution Soccer. O valor é de 1,2 milhão de dólares (R$ 6,5 milhões) por três anos de contrato, com início em julho deste ano até junho de 2023. A votação será feita por e-mail até o dia 15 de agosto.

Flamengo e Konami já são parceiros desde 2015, com a exclusividade de jogadores e marca do clube para a franquia. No novo contrato, o clube constará como parceiro global dos japoneses.

No contrato ainda há previsão de um percentual de 10% do valor total da receita do modo "myCLUB", em que reproduções de jogadores são comercializadas. No acordo há também a ressalva: o Flamengo poderá ter a sua marca utilizada em concorrentes da Konami desde que siga contratos assinados com a Conmebol.

No caso, o FIFA, da EA Sports, é detentor exclusivo da Libertadores e já contou com o Flamengo na edição deste mais recente. No entanto, os jogadores do clube constaram como genéricos, já que a exclusividade é da produtora japonesa.

Camisa do Flamengo antes do jogo contra o Boavista pelo Carioca 2020Flamengo

O contrato será quitado da seguinte maneira: 500 mil dólares em 45 dias após a assinatura do contrato; 100 mil dólares em primeiro de junho de 2021; e 600 mil dólares em primeiro de janeiro de 2022. O valor estabelecido é líquido para o clube, ou seja, sem qualquer tipo de descontos.

Por assumir a condição de "Global Football Partner", o Flamengo concede à Konami 5% de espaço publicitário em backdrops utilizados por atletas, quatro placas no Ninho do Urubu, a logomarca na parte de trás do uniforme de treino e o direito de produzir três comerciais com sessões de fotos com no mínimo três atletas do clube ao ano.

Além disso, há a obrigatoriedade de abordar o game de forma semanal na FlaTV, permitir o acesso ao Ninho três vezes por ano para captura de imagens. O contrato também prevê o fornecimento de quatro ingressos VIP e 20 ingressos para o Setor Leste do Maracanã em jogos do Flamengo como mandante. E também ceder dez camisas de treino e 50 camisas de jogos oficiais por ano.

Leve a ESPN com você para todo lugar

Baixe o App N.1 de esportes