<
>

Palmeiras: Sucesso de Patrick de Paula e Gabriel Menino abre caminho para mais de 30 'selecionáveis' da base verde

play
Weverton admite 'gostinho especial' em conquista do Paulista sobre o Corinthians: 'Vai ficar marcado' (1:27)

Goleiro do Palmeiras conversou com exclusividade com Eduardo de Meneses (1:27)

Gabriel Menino e Patrick de Paula foram o que o Palmeiras apresentou de melhor na reta final do Campeonato Paulista que conquistou no sábado (8).

E os bons desempenhos de ambos podem ter sido o empurrão que faltava para o Alviverde facilitar o caminho até o profissional dos jogadores formados nas suas categorias de base. O que não falta são candidatos.

De acordo com um levantamento feito pelo clube, obtido com exclusividade pelo ESPN.com.br, há atualmente na base do Palmeiras 32 jogadores, do sub-15 ao sub-20, com passagens por seleções - isso sem mencionar os cinco já promovidos aos profissionais: Alan, Gabriel Veron, Gabriel Menino e Ivan Angulo, além do goleiro Vinícius Silvestre, de algumas safras atrás.

O Alviverde sempre teve tradição compradora. A vocação vem desde o início do profissionalismo e teve dois ápices muito marcantes: a Era Parmalat (1992 a 2001) e, recentemente, a gestão de Alexandre Mattos na diretoria do futebol (2015 a 2019).

Mas a demissão do executivo afeito a transações vultosas, a adoção de uma política de contenção de gastos e a crise econômica decorrente da pandemia intensificaram o processo chancelado por De Paula e Menino.

O elenco do Palmeiras tem outro jogador formado na base do clube, sem passagens por seleções, mas visto como um talento a ser trabalhado. Trata-se de Lucas Esteves, lateral-esquerdo.

Com o empréstimo de Victor Luis para o Botafogo e a possível saída de Diogo Barbosa, que o clube tenta negociar, Esteves deve ganhar espaço como reserva direto de Viña - que também passou pelas seleções de base do Uruguai e já foi convocado para a Celeste adulta.

O atacante Gabriel Silva, sub-20 já passou pelas seleções de base. Ele também não está totalmente integrado aos profissionais, mas já apareceu no banco em alguns jogos.

Já Luan Silva, 20, veio ao Palmeiras da base do Vitória quando ainda tinha idade de júnior, mas já chegou como profissional. E também teve passagem pela seleção brasileira sub-20.

Wesley fez o caminho inverso, tendo sido formado na base palmeirense, mas emprestado ao rubro-negro baiano quando se profissionalizou.

Por fim, o goleiro Vinícius Silvestre, 26, também é um prata da casa com passagem por seleções de base. Mas apesar da pouca idade, já não pode ser chamado de “garoto” pelos parâmetros do futebol. Por outro lado, para a função de goleiro, ainda pode ser considerado jovem.

Sete anos

A extensa lista de garotos de talento na base do clube não é acaso.

Em 2013, o presidente Paulo Nobre começou uma remodelação completa das categorias de base alviverdes, com a contratação do coordenador Erasmo Damiani.

Em 2015, Damiani foi contratado pela CBF e o Alviverde trouxe João Paulo Sampaio para ser coordenador-geral das categorias menores.

Sampaio, por sua vez, montou uma equipe de sete captadores de talentos, os populares olheiros, que se dividem por regiões do país acompanhando campeonatos amadores dos mais diversos tipos, selecionando atletas para testes.

O descobridor de Patrick de Paula, Juarez Fischer, é um deles.

Além do Rio, onde descobriu Patrick no Cara Virada, time de várzea de Santa Margarida, bairro do subúrbio da capital carioca, Fischer cobre os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo e Minas Gerais.

O olheiro que trouxe Patrick foi responsável também pelas vindas ao Palmeiras de Luan Cândido, vendido ao RB Leipzig e atualmente emprestado ao Red Bull Bragantino, e do atacante Fernando, negociado com o Shakhtar Donetsk tendo jogado poucos minutos pelo profissional - algo que o clube não deve repetir com outros jogadores.

Veja abaixo a lista completa de jogadores formados ou em formação na base do clube com passagens por seleções nacionais:

Profissional

Alan

Angulo (Colômbia)

Gabriel Menino

Gabriel Veron

Vinícius Silvestre

Sub-20

Bruno Carcaioli (Goleiro)

Mateus Oliveira (Goleiro)

Daniel Alves

Fabinho

Fabricio

Gabriel Silva

Gustavo Garcia

Henri

Ramon Rocha

Renan

Erick Pluas (Equador)

Robson (Bolívia)*

Anibal (Paraguai)*

*naturalizados

Sub-17 e Sub-16

Murilo (Goleiro)

Natan (Goleiro)

Allan

Clebson

Ian Custódio

João Pedro

Jonathan Kauan

Marcio

Matheus Matias (Mina)

Pedro Karalkovas

Pedro Lima

Robert

Robinho

Ruan Ribeiro

Serafim

Giovani

Sub-15

Gabriel Vareta

Keven