<
>

Rodinei, Paquetá, Dorival... Como era o Flamengo na última vez que perdeu no Maracanã pelo Brasileirão

play
Mauro compara começo de Torrent com o de Jesus e exalta postura do Atlético de Sampaoli que deixou Flamengo sem soluções (5:47)

Na primeira partida do Brasileirão, rubro-negro perdeu para o Galo por 1 a 0 (5:47)

A estreia de Domènec Torrent à frente do Flamengo não teve o resultado que a torcida imaginava, ainda mais por se tratar de uma equipe pouco acostumada a perder em seus domínios nos últimos tempos.

A derrota para o Atlético-MG quebrou uma sequência que já durava mais de um ano. Afinal, o rubro-negro passou todo o Campeonato Brasileiro de 2019 sem perder como mandante. Você lembra qual foi a última derrota pela Série A no Maracanã?

Foi em 1º de dezembro de 2018, pela última rodada do Brasileirão. Um Flamengo bastante diferente do atual saiu na frente, mas levou a virada para o Athletico-PR. Os gols foram de Rhodolfo, para o time carioca, e depois Matheus Rossetto e Rony, para o Furacão.

O Flamengo naquele dia atuou com: César; Pará, Rhodolfo, Léo Duarte e Renê; Willian Arão, Piris da Motta, Éverton Ribeiro, Diego e Lucas Paquetá; Uribe. O técnico era Dorival Júnior, que ainda colocou em campo Rodinei, Vitinho e Berrío.

Dos 15 nomes, a minoria segue no elenco. Os únicos titulares são Arão e Éverton Ribeiro, que participaram de toda a trajetória vencedora sob o comando de Jorge Jesus, entre 2019 e 2020. César, Renê, Piris da Motta, Diego e Vitinho são reservas.

O Athletico-PR também foi bastante modificado. Rony, por exemplo, hoje atua pelo Palmeiras. Bruno Guimarães, reserva naquele dia, hoje trilha os primeiros passos na Europa, com a camisa do Lyon, enquanto Pablo defende o São Paulo. O técnico era Tiago Nunes, atualmente no Corinthians.

Curiosamente, Dorival é quem comanda o time paranaense hoje em dia.

Desde então, o Flamengo teve 19 jogos de invencibilidade como mandante no Campeonato Brasileiro. Foram 17 vitórias e dois empates, sob o comando de Jesus e também Abel Braga, que iniciou o trabalho.

Veja o paradeiro do time do Flamengo:

César (goleiro) - reserva de Diego Alves

Pará (lateral) - negociado com o Santos

Rhodolfo (zagueiro) - liberado para o Coritiba

Léo Duarte (zagueiro) - vendido ao Milan

Renê (lateral) - reserva de Filipe Luís

Willian Arão (volante) - titular absoluto

Piris da Motta (volante) - reserva, pode ser negociado

Éverton Ribeiro (meia) - capitão e titular absoluto

Diego (meia) - reserva

Lucas Paquetá (meia) - vendido ao Milan

Uribe (atacante) - negociado com o Santos

Rodinei (lateral) - emprestado ao Internacional

Vitinho (atacante) - reserva

Berrío (atacante) - vendido ao Khor Fakkan, dos Emirados Árabes

Dorival Júnior (técnico) - comanda o Athletico-PR