<
>

“São Paulo agiu de forma fria”, diz presidente do Goiás após jogo suspenso

O presidente do Goiás, Marcelo Almeida, afirmou que o São Paulo agiu de forma fria após o jogo deste domingo entre as duas equipes ter sido suspenso. De acordo com o mandatário esmeraldino, Raí foi informado que havia uma liminar do STJD prestes a ser referendada, mas o diretor de futebol do Tricolor preferiu levar os jogadores a campo.

“O São Paulo agiu de forma bastante fria. O São Paulo veio com o propósito de vir pro jogo, mas, como eu sabia que tínhamos dado entrada com uma liminar no STJD e estávamos a poucos minutos da liminar ser referendada… o representante do clube é o Raí, chamei ele e posicionei: ‘Vocês estão entrando em campo, mas pode acontecer de a liminar ser referendada’. Ele disse pra gente esperar o comunicado oficial da CBF. Eu que fui atrás e avisei”, afirmou Marcelo Almeida em entrevista coletiva.

Presidente do Goiás, Marcelo Almeida, comentou sobre a reação do São Paulo sobre o adiamento do jogo (Foto: Divulgação/Goiás E.C.)

Na manhã deste domingo, o Goiás recebeu o resultado dos exames RT-PCR, que servem para detectar se a pessoa está com o vírus atualmente. Dez jogadores testaram positivo, mas o jogo foi suspenso poucos minutos antes de a bola rolar graças ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Com os dez atletas que testaram positivo afastados, apenas 13 jogadores estavam à disposição do técnico Ney Franco, que teve de convocar outros atletas em cima da hora, inclusive atletas que sequer haviam sido testados.

Ainda não há uma definição de quando esse confronto entre Goiás e São Paulo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, vai acontecer.