<
>

Honda analisa como pode ajudar o Botafogo com sua experiência

O japonês Keisuke Honda foi a grande contratação do Botafogo até o momento na temporada. Com sua experiência no futebol, o jogador de 34 anos acredita que tem muito a contribuir com o alvinegro.

Em entrevista à Botafogo TV, Honda falou sobre sua importância dentro do clube.

“Eu acho que a melhor contribuição que eu posso dar ao Botafogo é a minha experiência. O futebol deve ser mais organizado, porque ninguém pode vencer sozinho. Nós temos que saber ganhar com o time, não sozinhos, não individualmente”, disse Honda.

Honda iniciou a carreira em 2005 no Nagoya Grampus, e tem passagens de destaque pelo CSKA Moscou e Milan. Pela Seleção Japonesa, disputou as Copas de 2010 e 2014.

“É importante sabermos que temos que entender o que vamos fazer (dentro de campo). Qual é a nossa estratégia, nosso objetivo. Nós podemos perder para um time forte, mas eu não quero perder para uma equipe mais fraca que a nossa. Isso significa que eu tenho que falar com os outros jogadores que não compreendem o esquema. O que eu estou pensando e o que o Paulo (Autuori) está pensando. Esta é a minha tarefa e nós temos que jogar com regularidade por toda a temporada. E eu acho que eu posso ajudar o time”, pregou Honda.

Ansioso pela volta da torcida aos estádios, Honda afirmou se sentir feliz no Botafogo.

“Estou muito feliz de estar aqui, com todos os jogadores, torcedores. É o meu… Como posso dizer? Talvez, é um momento para lembrar por toda a minha vida. Realmente, aprecio as pessoas envolvidas com o Botafogo. É um clube bem legal, um clube família. Eu, realmente, o amo”, finalizou.

No Alvinegro, Honda tem atuado como segundo volante, responsável pela ligação entre a defesa e o ataque. Na próxima quarta-feira, o craque japonês volta a campo na estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro, contra o Bragantino.