<
>

Luxa, após título do Palmeiras: 'Temos que mudar tudo só porque o Jesus veio e ganhou Libertadores?'

play
'O Vanderlei Luxemburgo não pode se contentar com Campeonato Paulista', diz Zé Elias (0:34)

O treinador do Palmeiras se tornou o comandante com mais títulos paulistas da história (0:34)

Após a conquista do Campeonato Paulista em cima do Corinthians, neste sábado, o técnico do Palmeiras, desabafou em sua coletiva de imprensa.

Sobre as críticas de que estaria atrasado, ele fez uma defesa ao trabalho dos treinadores brasileiros e falou sobre a "invasão" de técnicos gringos no Brasil.

"As pessoas falam assim: 'Luxa, você ganhou um título, o que você diz a quem fala que você estava ultrapassado?'. Eu não tenho que mandar recado para ninguém. Não existe isso. Críticas fazem parte da vida profissional. Mas, no Brasil, é assim", afirmou.

"O Telê Santana foi campeão no Atlético-MG, depois ficou um tempão sem ganhar. Na seleção, foi chamado de 'burro' em duas Copas do Mundo. Aí veio para o São Paulo e ganhou Mundial Interclubes. O Zagallo foi campeão do mundo com uma seleção maravilhosa, inovou taticamente, e os caras falam que nós (brasileiros) não sabemos tática", dises.

"O Zagallo revolucionou a tática em 1970! Aí acabou a Copa do Mundo (de 2014) aqui no Brasil e o pessoal exectrou os mais velhos, porque o Felipão e o Parreira estavam lá (na seleção), então tinha que colocar um jovem", seguiu.

"Vocês não tem noção de quantos jovens técnicos a imprensa queimou porque eles assumiram cedo demais alguns clubes e sofreram uma cobrança muito grande. Então, perdemos muitos jovens com potencial enorme para se tornarem grandes técnicos", lamentou.

"Agora, é a vez dos estrageiros. Que eles venham para cá! O Filpo Núñez esteve aqui, foi campeão, montou Academia. Bela Guttman, Fleitas Solich, tantos outros estrageiros vieram para cá e fizeram trabalhos brilhantes. Então, que eles venham para cá. Agora, a única coisa que eu questiono é que falam que nós temos que mudar nossas características, porque o futebol da Europa é mais rápido, então a gente tem que aprender a ser mais rápido. Vamos com calma", pediu.

"Nós somos pentacampeões do mundo jogando com a nossa cultura. Claro que nós (treinadores) estudamos, aprendemos, temos que fazer curso, aprimorar cada vez mais, mas não temos que mudar nossa essência pentacampeã do mundo, 11 vezes campeã mundial interclubes e toda a história do futebol brasileiro", ressaltou.

"Por que temos que mudar? Agora que o (Jorge) Jesus veio aqui e ganhou a Libertadores, aí temos que mudar?", questionou.

"Vamos respeitar a essência do futebol brasileiro, aprimorar cada vez mais, estudar, aprender, mas sem mudar nossa cultura. E não quero mandar recado para niguém. O recado que eu posso mandar é aos técnicos brasileiros: levantem taça. Esse é o maior recado que você pode mandar", encerrou.

Esse foi o 9º Campeonato Paulista conquistado por Vanderlei Luxemburgo, o 5º pelo Palmeiras.