<
>

Vinícius Jr. não entendeu por que ficou fora contra o City, diz jornal: 'Sua surpresa se converteu em raiva, frustração'

play
Gabriel Jesus brilha, Manchester City vence Real Madrid e vai às quartas da Champions League (0:55)

Vale lembrar que a equipe de Josep Guardiola já havia vencido pelo mesmo placar na ida, no Santiago Bernabéu. Com isso, a classificação veio com 4 a 2 no placar agregado. (0:55)

Vinícius Jr. ficou sem entender por que nem para o trabalho de aquecimento foi chamado em um jogo tão importante para o Real Madrid e que encerrou a temporada 2019/20 para a equipe. O atacante ficou no banco diante do Manchester City na derrota por 2 a 1, na Inglaterra, que acabou determinando o fim da participação do clube merengue na Champions League.

De acordo com o jornal “Marca” deste sábado (8), o brasileiro somou apenas 75 minutos dos 180 do confronto pelas oitavas de final. Quando atuou, o Real vencia por 1 a 0. Sem ele, o City virou o primeiro duelo para 2 a 1 e venceu também na última sexta-feira.

“Ele tinha certeza de que iria jogar, ainda mais vendo que Hazard não estava a todo vapor. Não estar entre os titulares foi um balde de água fria, mas ele entendeu que o jogo ia ser longo e que teria seu espaço. Talvez no momento decisivo, quando foi preciso acelerar para virar a eliminatória, nada disso aconteceu. Nem saiu para se aquecer. Sua surpresa se converteu em raiva, frustração. Juntou-se a ele o desagrado da despedida da Champions League com a de não ter jogado”, consta no texto.

O assunto foi até tema de pergunta durante a entrevista pós-jogo de Pep Guardiola, o treinador classificado, com um jornalista questionando se ele esperava ter visto Vinícius Jr. em campo, até para criar maior dificuldade.

“Seria mais [esperado], [mas Zidane] com certeza escolheu o que considerou melhor”, disse o treinador do City, evitando julgar as escolhas do companheiro de profissão. A equipe inglesa enfrentará agora o Lyon, da França, nas quartas.

Voltando ao caso do brasileiro, o “Marca” publica também neste sábado (8) que cresce a sensação dentro do Real de que Zidane não confia em Vinícius Jr., algo que já havia sido observador na temporada passada.

Especula-se que o treinador acha o brasileiro muito jovem (20 anos) e preferia usar a vaga para inscrever outro estrangeiro.

De qualquer forma, a publicação cita que este não é o pensamento da diretoria merengue, que vê no brasileiro um futuro craque dentro do Santiago Bernabéu. Não pretende emprestá-lo nem cogita negociá-lo.

No mercado da bola, no entanto, há equipes interessadas. E o “Marca” coloca o Paris Saint-Germain como um dos mais fortes concorrentes do Real, com consultas recorrentes nos bastidores.

Com a eliminação do Real do último torneio da temporada 2019/20, Vinícius Jr. ganhou férias e a recomendação de descansar. O calendário de 2020/21 promete ser um dos piores, com intervalos apertados entre os jogos para acomodar tantos torneios.

play
0:55

Gabriel Jesus brilha, Manchester City vence Real Madrid e vai às quartas da Champions League

Vale lembrar que a equipe de Josep Guardiola já havia vencido pelo mesmo placar na ida, no Santiago Bernabéu. Com isso, a classificação veio com 4 a 2 no placar agregado.