<
>

Real Madrid: Zidane, sobre corte de Bale da lista de relacionados contra o City: 'Ele pediu para não jogar'

play
Bale reclama de críticas e alfineta torcida do Real: 'Não entendo 80 mil pessoas me vaiando por não jogar bem' (0:35)

Atacante falou sobre efeitos das vaias durante jogo (0:35)

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, voltou a mostrar descontentamento de forma pública em relação do meia-atacante Gareth Bale.

Após ter deixado o galês de fora dos relacionados para o jogo contra o Manchester City, nesta sexta-feira, pela volta das oitavas da Champions League, o treinador revelou nesta quinta, em coletiva, que foi o britânico quem pediu para não ir ao Etihad Stadium.

"Vou explicar. No final das contas, todo mundo diz um monte de coisas, mas temos uma relação de respeito treinador-jogador. A única coisa que posso dizer é que ele preferiu não jogar. Nada além disso. O restante fica entre eu e ele", afirmou.

Para se classificar, o Real terá que reverter a derrota por 2 a 1 que sofreu no Santiago Bernabéu, ainda antes da paralisação pela pandemia de COVID-19.

Questionado se Bale e James Rodríguez (outro que ficou de fora dos relacionados) não poderiam ajudar na remontada, Zidane sequer falou do colombiano, e foi breve sobre o galês.

"Bale ainda é jogador do Real Madrid. Nada mudou e sigo tendo respeito por ele. Ele preferiu não jogar, e é única coisa que vou dizer. Os que vieram para cá (Manchester) estão concentrados na partida de amanhã e apenas nisso", bradou.

Para o duelo contra o City, Zizou conta com as voltas do lateral-esquerdo Marcelo e do meia Eden Hazard.

Sobre o belga, que vem sofrendo com constantes lesões desde que foi contratado pelos merengues, o técnico mostrou otimismo.

"Estamos todos bem, de verdade. Tivemos 10 dias de preparação para a partida. Falam muitas coisas sobre Hazard, mas o importante é que ele esteja bem, e ele está bem, está preparado. Teve problemas na reta final da liga, mas agora está muito melhor, com confiança", assinalou.

Questionado sobre o que espera do jogo, Zidane preferiu não fazer previsões.

"Não sou adivinho e não sei o que acontecerá amanhã. Será uma boa partida de futebol entre duas equipes muito boas. Isso é o mais importante. Sabemos como terminou a partida de ida, e jogadores a volta sabendo o que temos que fazer", observou.

"Um mata-mata nunca termina até o último minuto. Sabemos tudo o que devemos fazer em camo. Vamos nos preparar para fazer uma grande partida. Tenho uma boa equipe, que tem suas armas e sabe utilizá-las. Vai ser um jogo bonito, estou certo disso. Temos que pensar em avançar", finalizou.