<
>

Sevilla bate Roma e vai às quartas da Liga Europa; Leverkusen avança

play
Gol do Sevilla! Reguilón avança sozinho, ignora marcação da Roma e conta com 'ajuda' de Pau López (1:05)

O goleiro do time italiano 'aceitou' o chute do lateral-esquerdo, que abriu o placar em Duisburg após passar pelos brasileiros Bruno Peres e Ibañez (1:05)

O maior campeão da história da Liga Europa segue firme na disputa desta temporada. O Sevilla garantiu a classificação às quartas de final ao superar a Roma por 2 a 0, na Schauinsland-Reisen-Arena, em Duisburg (Alemanha), nesta quinta-feira.

Sergio Reguilón, que está na mira do Chelsea, abriu o placar no confronto único das oitavas, contando com falha do goleiro Pau López. Youssef El-Nesyri fechou a conta ainda antes do intervalo para o time cinco vezes campeão da competição continental.

Em outro jogo desta quinta, o Bayer Leverkusen recebeu o Rangers na BayArena e ganhou por 1 a 0, com um gol de Moussa Diaby. Os alemães avançam com um placar agregado de 4 a 1, depois de terem vencido o jogo de ida na Escócia por 3 a 1.

Agora, o Leverkusen irá enfrentar, às 16h (de Brasília) de segunda-feira, a Inter de Milão, que eliminou o Getafe na quarta.

Já o Sevilla aguarda o vencedor entre Wolverhampton e Olympiakos, que se enfrentam nesta quinta na Inglaterra após terem empatado por 1 a 1 na Grécia pelo. O duelo das quartas de final da equipe espanhola ocorrerá na terça, às 16h.

Ficha técnica

Sevilla 2 x 0 Roma

GOLS: Reguilón e En-Nesyri (Sevilla)


O jogo

Em um primeiro tempo todo dominado pelo time espanhol, Koundé acertou o travessão aos 12min. O placar seria aberto nove minutos mais tarde, com Reguilón fazendo boa jogada individual, invadindo a área e contando com o vacilo do goleiro Paul López após a finalização.

A vantagem foi ampliada aos 44min, depois que Ocampos foi acionado na direita, deixou um marcador para trás e cruzou para En-Nesyri completar para a rede.

Na etapa final, os espanhóis ainda balançaram a rede novamente aos 24min com Koundé, mas o lance foi anulado por impedimento. A decisão foi mantida após intervenção do VAR.

O árbitro de vídeo ainda participaria ativamente nos acréscimos após cotovelada de Gianluca Mancini, que a princípio levou amarelo, mas, após revisão, viu o cartão vermelho direto.


SEVILLA: Bounou; Navas, Koundé, Diego Carlos e Reguilón; Joan Jordán, Fernando e Banega; Suso (Munir), En-Nesyri (De Jong) e Ocampos (Vázquez). Técnico: Julen Lopetegui

ROMA: Pau López; Mancini, Ibañez e Kolarov (Gonzalo Villar); Bruno Peres, Diawara (Carles Pérez), Cristante e Spinazzola; Zaniolo (Pellegrini), Dzeko e Mkhitaryan. Técnico: Paulo Fonseca

Estatísticas

Foi o gol de Reguilón na temporada, o nos últimos 2 jogos e ona Liga Europa.

Ocampos tem 16 gols e 5 assistências em 41 jogos na temporada. Em média, ele participa diretamente de um gol a cada duas partidas.

8 x 1 nas finalizações para o Sevilla no 1º tempo (3 x 0 nas finalizações no alvo).

16 x 7 nas finalizações para o Sevilla no jogo (7 x 1 nas finalizações no alvo)

Ficha técnica

Bayer Leverkusen 1 x 0 Rangers

GOLS: Diaby (Bayer Leverkusen)


O jogo

Depis de um primeiro tempo todo dominado pelo time da casa, que chegou a acertar a trave com Havertz, o Leverkusen conseguiria abrir o placar aos 6min da etapa final. Diaby recebeu excelente lançamento longo de Aránguiz e finalizou sem chances para o goleiro McGregor.


BAYER LEVERKUSEN: Hradecky; Lars Bender (Dragovic), Sven Bender (Tah), Tapsoba e Sinkgraven; Aránguiz e Palacios (Stanilewicz); Havertz, Wirtz (Baumgartlinger) e Diaby (Bailey); Volland. Técnico: Peter Bosz

RANGERS: McGregor; Tavernier (Patterson), Goldson, Helander e Barisic; Jack, Davis (Arfield) e Aribo; Barker (Hagi) e Kent (Jones); Morelos (Stewart). Técnico: Steven Gerrard

Estatísticas

8 x 0 nas finalizações e 68,4% de posse de bola para o Leverkusen no 1º tempo.

15 x 4 nas finalizações para o Leverkusen no jogo; alemães tiveram 64% de posse de bola

Diaby anotou o seu gol em 38 jogos na temporada - ele ainda tem 8 assistências.