<
>

Palmeiras tem reunião de membros de organizada com jogadores antes de final contra o Corinthians

play
Felipe Melo de fora da final do Paulista? Quem pode substitui-lo e o que o Palmeiras perde se zagueiro não jogar (1:11)

Gian Oddi analisa possibilidades de Luxemburgo para o clássico contra o Corinthians (1:11)

Três torcedores da organizada "Mancha Alvi Verde" foram autorizados pelo Palmeiras a entrar na Academia de Futebol e conversar com os jogadores e a comissão técnica na última terça-feira, antes do último treino para a final do Campeonato Paulista contra o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Itaquera.

A informação publicada inicialmente pelo Esporte Interativo foi confirmada pela ESPN.

Membro histórico da principal organizada do Palmeiras, Paulo Serdan confirmou o encontro durante uma live no YouTube do canal Chopporco: "Na verdade, não era para vazar isso aí. A gente esteve conversando lá, sim".

Os torcedores entraram em contato com a diretoria do Verdão, que, em seguida, falou com a comissão técnica. Os profissionais do estafe de Vanderlei Luxemburgo entederam que a interação seria proveitosa e autorizaram o bate-papo.

Os membros da torcida utilizaram máscaras de proteção no rosto e em nenhum momento se aproximaram dos atletas. Também não houve fotos ou cumprimentos entre as partes, de forma que o distanciamento social fosse mantido.

Na conversa, os jogadores ouviram dos fãs diversas expressões de emoção envolvendo o Palmeiras, a história do clássico contra o Corinthians e a paixão dos alviverdes.

De acordo com quem teve conhecimento do teor da conversa, não houve qualquer tipo de cobrança, pressão e ultimato, tratando-se apenas de um incentivo extra para tentar ganhar o título do Paulista, que não vem desde 2008.

Membros da comissão técnica considaderam a interação bastante proveitosa, principalmente porque tudo foi feito de maneira consensual entre as partes e tomando todos os cuidados para se precaver de contaminação pelo novo coronavírus.