<
>

Dos 28 que jogaram final do Paulista-2018, só 10 seguem em Corinthians e Palmeiras hoje

play
Corinthians x Palmeiras: Renata Ruel analisa 'escalação polêmica' do árbitro Raphael Claus para a ida da final (4:32)

O juiz chega pressionado para a partida, já que vem de polêmicas seguidas em duas partidas do Timão (4:32)

Nesta quarta-feira, Corinthians e Palmeiras iniciam a decisão do Campeonato Paulista, às 21h30 (de Brasília), em Itaquera.

É muito claro que, mesmo mais de dois anos depois, as memórias da polêmica final do Estadual de 2018 seguem muito vivas entre as equipes.

Prova disso é que as polêmicas de interferência externa e erros de arbitragem permearam as entrevistas dos dois lados nos últimos dias.

No entanto, dos 28 jogadores que estiveram em campo naquele 8 de abril de 2018, apenas nove seguem atuando por Timão e Verdão.

Veja abaixo a ficha do 2º jogo da final, no Allianz Parque:

PALMEIRAS: Jaílson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Bruno Henrique (Thiago Santos), Moisés e Lucas Lima; Dudu, Willian (Keno) e Borja (Deyverson) Técnico: Roger Machado

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Jadson (Emerson Sheik) e Rodriguinho (Danilo); Mateus Vital (Lucca) e Romero Técnico: Fábio Carille

play
4:32

Corinthians x Palmeiras: Renata Ruel analisa 'escalação polêmica' do árbitro Raphael Claus para a ida da final

O juiz chega pressionado para a partida, já que vem de polêmicas seguidas em duas partidas do Timão

No Palmeiras, apenas o goleiro Jaílson, o lateral Marcos Rocha, o volante Bruno Henrique, o meia Lucas Lima e os atacantes Willian e Deyverson seguem no plantel.

Já no Corinthians, o goleiro Cássio, os laterais Fagner e Sidcley e o meia-atacante Mateus Vital são os remanescentes.

Vale citar que Deyverson e Sidcley, porém, "bateram e voltaram" na Europa recentemente: Deyverson foi emprestado ao Getafe, e Sidcley passou sem sucesso pelo Dynamo Kiev.

Quanto aos técnicos, Roger Machado atualmente comanda o Bahia, enquanto Fábio Carille está no Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

Veja onde estão os outros jogadores:

PALMEIRAS

Antônio Carlos: Orlando City
Thiago Martins: Yokohama F-Marinos
Victor Luís: Botafogo
Thiago Santos: FC Dallas
Moisés: Shandong Luneng
Dudu: Al-Duhail
Keno: Atlético-MG
Borja: Junior Barranquilla

CORINTHIANS

Balbuena: West Ham
Henrique: Al-Ittihad Kalba
Ralf: Avaí
Maycon: Shakhtar Donetsk
Jadson: Sem clube
Emeson Sheik: Aposentado
Rodriguinho: Bahia
Danilo: Aposentado
Lucca: Al-Khor
Romero: San Lorenzo

E A ARBITRAGEM?

Dois membros do quadro de arbitragem que estiveram na final de 2018 repetirão seus trabalhos em 2020.

São eles Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Zioli.

Zioli foi um dos bandeirinhas na decisão de dois anos atrás, e agora repetirá seu papel.

Já Coelho foi bandeirinha no duelo de 2018, mas desta vez atuará como 5º árbitro.

Veja pode onde andam outros membros da arbitragem de 2018:

Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza: Foi o árbitro principal na final de 2018. Tem 47 anos e segue na ativa, mas agora é árbitro da Federação Paraibana de Futebol. Sua última atuação foi em Ceará 3 x 1 Bahia, pela ida da final da Copa do Nordeste 2020, no último dia 1º de agosto, quando atuou como assistente de VAR.

Adriano de Assis Miranda: Foi o 4º árbitro na final de 2018. Tem 41 anos e segue na ativa pela Federação Paulista de Futebol. Atua frequentemente como árbitro e 4º árbitro em jogos de competições estaduais e nacionais, e também em torneios de base. Será 4º árbitro em Santos x Red Bull Bragantino, na estreia do Brasileirão.

Alberto Poletto Masseira: Foi árbitro assistente adicional na final de 2018. Tem 40 anos e segue na ativa pela Federação Paulista de Futebol. Atua frequentemente como bandeirinha em jogos de competições estaduais (profissional e base). Sua última atuação foi em Guarani 1 x 3 São Paulo, pela 12ª rodada do Paulista 2020, em 26 de julho.

Roberto Perassi: Foi assessor de arbitragem na final de 2018. Atualmente, atua como Ouvidor de Arbitragem na Federação Paulista de Futebol.

José Henrique de Carvalho: Foi tutor de arbitragem na final de 2018. Tem 46 anos e segue na ativa pela Federação Paulista de Futebol. Atua frequentemente como avaliador de campo em jogos de competições competições estaduais (profissional e base). Será avaliador de campo em Ponte Preta x América-MG, na estreia da Série B.

Dionísio Roberto Domingos: Ganhou notoriedade na final de 2018 por estar em campo sem estar relacionado para o jogo. Foi diretor de arbitragem da Federação Paulista de Futebol até dezembro de 2019, quando foi retirado do cargo.

Agnaldo Vieira: Foi delegado do jogo na final de 2018 e um dos primeiros a ser ouvido nas investigações de interferência externa. Não teve qualquer atuação pela Federação Paulista de Futebol desde 24 de março de 2019, quando foi delegado de Ferrovária x Corinthians, pelo Paulista. No entanto, ainda aparee como funcionário no site da FPF.