<
>

Atlético-MG triplica valor de seu elenco em três anos, afirma Sette Câmara, em reunião com conselheiros

play
Presidente do Atlético-MG diz que valor do elenco subiu em R$ 377 milhões na sua gestão: 'Isso se chama investir corretamente' (1:30)

Via YouTube: TV Galo | Sérgio Sette Câmara usou avaliação de Alexandre Mattos para fazer comparação (1:30)

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, em reunião do conselho deliberativo, nesta sexta-feira (31), comentou números e detalhes do trabalho de sua gestão. E ressaltoua valorização do elenco do Galo em três anos.

Os números compilados pelo diretor de futebol, Alexandre Mattos, e pelo advogado do clube, Lucas Ottoni mostram uma multiplicação por três do valor encontrado no início de 2018.

"O valor do elenco do Atlético em 2017 era de R$ 190 milhões. Se vendêssemos todos os atletas do profissional era isso que iríamos arrecadar. Hoje, o nosso elenco vale R$ 567 milhões. É uma diferença de R$ 377 milhões. Isso chama-se: investir corretamente. Erramos em alguns investimentos? Erramos. Futebol é assim. É muito tênue", disse o dirigente.

Segundo Sette Câmara, o incremento se deve à contratação de atletas promissores, como Savarino, Borrero, Marrony, Alan Franco, entre outros - todos frutos dos fundos aportado pelo empresário Rubens Menin.

Para defender sua gestão e demonstrar a volatilidade dos números no futebol, o dirigente usou como exemplo um acontecimento de uma partida.

"Nós perdemos R$ 30 milhões ou R$ 40 milhões de receita, possivelmente, porque o Elias fez um pênalti aos 37 min do segundo tempo, no jogo contra o Colón (semifinal da Copa Sul-Americana, ano passado). E esses R$ 40 milhões fez (sic) toda diferença no nosso resultado. Dizer então: má gestão? Então se tivesse passado para a final da Sul-Americana e ganho era uma excelente gestão?", questionou o mandatário.

play
1:12

Arana entrega quem são os jogadores 'mais resenha' do Atlético-MG, diz que Réver engana e elege campeão

Lateral-esquerdo do Galo bateu um papo exclusivo com Mariana Spinelli, repórter da ESPN Brasil